A comemoração dos 25 anos de carreira do Só Pra Contrariar

DSCF6506

Ao som de “O Samba Não Tem Fronteiras”, as cortinas do Credicard Hall em São Paulo abriram para uma das mais esperadas reuniões da música brasileira. E faz tempo que os ingressos dos três shows em comemoração aos 25 anos de carreira do Só Pra Contrariar em São Paulo estão esgotados. Com Alexandre Pires nos vocais, Fernando, Juliano, Luis Vital, Serginho, Luiz Fernando, Hamilton e Popó, dividiram o palco com mais oito músicos e levantaram o público!




Durante as duas horas de show, um sucesso atrás do outro alegrou a plateia: “Machuca Demais”, “Você Virou Saudade”, “Dói Demais”, “Minha Fantasia”, “A Barata”, “Outdoor”, “Interfone” e “Sai da Minha Aba” foram só alguns dos melhores momentos. Músicas da carreira solo de Alexandre como “Maluca Pirada”, “Sissi” e “Eu sou o Samba”, além da inédita “Ao Som do SPC” também não ficaram de fora. O ápice do espetáculo – como era de se esperar – ficou por conta da canção “Essa Tal Liberdade”, que encerrou a apresentação.



Durante esses 25 anos, o SPC vendeu quase 10 milhões de discos, sendo que o álbum “Só Pra Contrariar” (1997) é responsável por mais de 3 milhões desse número. É nele que estão músicas como “Tá Por Fora”, “Mineirinho”, “Quando É Amor”, “Minha Metade” e o grande sucesso “Depois do Prazer”. O cantor Alexandre Pires foi um dos maiores responsáveis pelo sucesso do grupo. Além da voz e da boa aparência, o carisma do mineiro levou multidões aos shows que percorreram o Brasil. Depois de 13 anos, Alexandre passou o microfone para seu irmão Fernando e seguiu em carreira solo, apresentando-se pelo mundo todo. Durante os 11 anos em que o cantor ficou afastado do Só Pra Contrariar, a banda não chegou nem perto do sucesso alcançado nos tempos áureos.



Com o show de 25 anos – que além de Alexandre, traz uma parafernalha digna de um astro POP! -, o SPC não só resgata o público que os acompanhou ao som de “Tão Só” e “Que Se Chama Amor”, eles relembram os anos dourados de quando uma banda era conhecida também pela qualidade do som que fazia. Mérito dos talentosos profissionais que ainda compõem o Só Pra Contrariar. Envolvidos por fotos de momentos marcantes da carreira como quando cantaram com Gilberto Gil ou participaram do programa de Hebe Camargo, o grupo ainda destaca clássicos de bandas como Molejo, Raça Negra, Katinguelê e Negritude Jr., grandes nomes do cenário do samba e pagode nos anos 90.



Aos que eram jovens demais para serem embalados pelas canções do Só Pra Contrariar e que acompanharam seus pais, irmãos ou namorados, tiveram a oportunidade de conferir uma das melhores bandas de pagode da música popular. Não há dúvidas de que o CD e o DVD ao vivo que serão gravados no dia 9 de agosto em Porto Alegre, farão a alegria de muita gente.

3