Após 16 anos, “Les Misérables” retorna em versão inédita ao Brasil

(Foto: Cíntia Carvalho / Setor VIP)

Em 2001, “Les Misérables” se tornou o responsável pela reabertura do antigo Teatro Paramount, fechado desde o incêndio que interrompeu suas atividades em 1969. Na época chamada de Teatro Abril, a casa se lançava como um dos espaços mais modernos do país. O espetáculo conduziu o teatro musical brasileiro a um novo rumo, sendo seguido por sucessos como “Chicago” (2004), “O Fantasma da Ópera” (2005) e “Cats” (2010), e alçando nomes como Marcos Tumura, Saulo Vasconcelos, Alessandra Maestrini, Frederico Silveira e Sara Sarres. Após 16 anos, o musical retorna ao Brasil em versão inédita no país.

Na última sexta-feira (03), o Teatro Renault recebeu jornalistas, críticos e formadores de opinião para o evento de lançamento do espetáculo para a imprensa. Números como “Só Mais Um” (“One Day More”), “Só Pra Mim” (“On My Own”), “Deus do Céu” (“Bring Him Home”) e “Estrelas” (“Stars”) foram apresentados entre cenas dos principais artistas da companhia, incluindo Nando Pradho (Javert), Laura Lobo (Éponine), Filipe Bragança (Marius), Clara Verdier (Cosette), Pedro Caetano (Enjolras), Ivan Parente (Thénardier) e Andrezza Massei (Madame Thénardier), além do espanhol Daniel Diges, responsável pelo protagonista Jean Valjean.

>> Broadway se despede do emocionante “Les Misérables”

(Foto: Cíntia Carvalho / Setor VIP)

Na Espanha, Diges protagonizou musicais como “We Will Rock You” (2007), “Mamma Mia!” (2009) e “A Bela e a Fera” (2012). “Um dia o Daniel quis elogiar a Kacau Gomes dizendo que ela era uma fera cênica e soltou ‘você é uma besta panorâmica'”, entregou Nando Pradho ao contar que o artista não fala português e tem se virado com o tradutor. Sobre a escolha de um protagonista espanhol, Renata Alvim, gerente geral da divisão de teatro da Time For Fun, explicou que o Brasil tem exportado inúmeros artistas para grandes produções e que chegou o momento do país fazer o mesmo pelas grandes estrelas de outras localidades.

“Les Misérables” é considerado um fenômeno. Esteve em 44 países ao redor do mundo, traduzido para 22 línguas diferentes, incluindo islandês, estoniano, finlandês, sueco, polonês e hebraico. Foi visto por mais de 70 milhões de pessoas e venceu 125 dos mais importantes prêmios do planeta. Foram realizadas mais de 51 mil performances oficiais, 12 mil somente em Londres, onde está em cartaz há mais de 30 anos! Cada apresentação envolve 100 profissionais e quase 400 figurinos, que incluem cerca de 1800 itens de vestuário. Todos os detalhes poderão ser conferidos ao vivo a partir de 10 de março.

“Les Misérables” estará em cartaz no Teatro Renault (Av. Brigadeiro Luís Antônio, 411 – Bela Vista), em São Paulo, às quintas (21h), sextas (21h), sábados (16h e 21h) e domingos (16h e 21h). Os ingressos custam de R$25,00 (meia) a R$330,00 (inteira) e podem ser adquiridos através do site oficial da Tickets For Fun. O espetáculo possui cerca de 2h55, incluindo um intervalo de 15 minutos. A classificação indicativa é livre. Inicialmente até 30 de julho.

(Foto: Cíntia Carvalho / Setor VIP)

(Foto: Cíntia Carvalho / Setor VIP)

(Foto: Cíntia Carvalho / Setor VIP)

(Foto: Cíntia Carvalho / Setor VIP)

(Foto: Cíntia Carvalho / Setor VIP)