Beleza estética e descoberta sexual são principais atrativos de “Me Chame Pelo Seu Nome”

(Foto: Divulgação)

Destaque na 90ª cerimônia do Oscar, “Me Chame Pelo Seu Nome” acaba de chegar às lojas do Brasil em DVD e Blu-Ray. Dirigida pelo italiano Luca Guadagnino, a obra assinada por profissionais de países como Itália, França, Brasil e Estados Unidos custou pouco mais de US$3 milhões e ultrapassou US$40 milhões de bilheteria no mundo. O longa-metragem é estrelado por Timothée Chalamet (“Interestelar”), Armie Hammer (“Animais Noturnos”), Michael Stuhlbarg (“Steve Jobs”), Amira Casar (“Saint Laurent”) e Esther Garrel (“L’Astragale”).

Durante o verão de 1983, o professor Perlman (Stuhlbarg) convida seu aluno Oliver (Hammer) para passar as férias em sua casa no norte da Itália. Durante sua estadia, o estudante de 24 anos conhece Elio (Chalamet), único filho de seu orientador. Aos 17 anos, o adolescente passa seu tempo estudando música, lendo livros e aproveitando a companhia de sua namorada Marzia (Garrel). Com a convivência, Elio e Oliver passam a se interessar um pelo outro, realidade que apresenta ao jovem músico uma série de novos sentimentos.

Escrito pelo americano James Ivory, “Me Chame Pelo Seu Nome” é baseado no livro homônimo de autoria de André Aciman, lançado em 2007. O longa-metragem é o capítulo final de uma trilogia intitulada “Desejo”, seguindo as produções “Um Sonho de Amor” (2009) e “A Bigger Splash” (2015). Vencedor na categoria Melhor Adaptação, “Me Chame Pelo Seu Nome” recebeu quatro indicações ao Oscar, incluindo Melhor Filme, Melhor Canção Original para “Mystery of Love” e Melhor Ator para Timothée Chalamet, categoria vencida por Gary Oldman pelo papel de Winston Churchill em “O Destino de uma Nação” (2017). Além do Oscar, Chalamet concorreu ao Globo de Ouro, ao Screen Actors Guild Award e ao BAFTA. A obra concorreu a mais de 25 prêmios pelo mundo.

As gravações do filme duraram pouco mais de um mês e foram feitas na Província de Cremona, região norte da Itália. Chalamet e Hammer viveram em Crema por cerca de trinta dias antes do início das filmagens para se tornarem mais íntimos e entenderem o ritmo da cidade interiorana, que possui cerca de 350 mil habitantes. Villa Albergoni, uma mansão não-habitada construída no século XVII serviu de cenário para a residência da família Perlman. Nenhuma das cenas do longa-metragem foi gravada em estúdio e todos os espaços são públicos ou abertos para visitação, as únicas mudanças feitas pela produção foram as adequações do comércio local, por exemplo, para que o filme tivesse as características do início da década de 80.

(Foto: Divulgação)

O lançamento da obra em DVD e Blu-Ray traz uma série de extras exclusivos como os comentários de Timothée Chalamet e Michael Stuhlbarg, um documentário sobre a Itália de “Me Chame Pelo Seu Nome”, entrevistas com os principais atores da produção, o clipe de “Mystery of Love”, entre outros. “Me Chame Pelo Seu Nome” tem classificação indicativa para maiores de 14 anos e distribuição pela Sony Pictures Home Entertainment.