Britney Spears revive grandes momentos em “Piece of Me”

No início de 2016, a cantora Britney Spears reestreou o espetáculo “Piece of Me”, no hotel Planet Hollywood, em Las Vegas. Após dois anos em cartaz, o repertório teve músicas alteradas, novas coreografias adicionadas e muitos, mas muitos figurinos renovados. “Remixed. Reimagined. Still iconic.” (“Remixado. Reimaginado. Ainda icônico.”, em tradução literal) está sendo usado praticamente como subtítulo do espetáculo. A nova publicidade é vista nos guias da cidade, nos táxis, no aeroporto e na fachada do gigantesco cassino. A propaganda não é exatamente necessária.

Estima-se que o lucro ultrapasse $75 milhões e que mais de 500 mil pessoas acompanharam o novo empreendimento da Princesa do Pop. Em média, Britney Spears ocupa 80% da lotação de cada noite em que se apresenta no The Axis, nome da casa de shows do Planet Hollywood. Os números são uma conquista. Britney é popular entre os jovens e Las Vegas é uma cidade que, durante anos, atraiu apenas pessoas de mais idade. Por causa da cantora, artistas como Maria Carey e Jennifer Lopez foram contratadas com salários milionários para suas residências. Depois do sucesso de Britney Spears, o retorno financeiro para a Caesars Entertainment, empresa responsável pela vinda de todas elas, era mais do que certo.

>> Mariah Carey emociona multidão com “#1 to Infinity”

>> Celine Dion: “René sempre esteve comigo e isso não mudará”

Britney-Spears-no-show-Piece-of-Me-em-Las-Vegas

(Foto: Denise Truscello)

Se para o anúncio da residência foram gastos mais de $100 mil (a apresentação contou com mais de mil fãs da cantora, que formaram o pôster do espetáculo no meio do deserto, podendo ser visto do espaço!), o salário de $15 milhões por 50 shows por ano não é algo surpreendente. O valor é uma média do que Spears lucra com o “Piece of Me”, já que a artista ultrapassa o número de apresentações prevista em contrato. A casa de shows onde se apresenta, passou por uma reforma de $20 milhões. O espaço teve seu sistema de som e iluminação modernizados e o palco ampliado. Dos 7.000 lugares, 4.600 foram mantidos. O ambiente possui uma passarela no formato de âncora, com três focos principais, uma pista de dança e uma fileira com confortáveis sofás para quem compra os ingressos mais caros. A ideia é parecer com uma casa noturna, algo mais despojado em relação aos grandes teatros de Las Vegas.

Apesar do esforço significativo, nem o público e nem a artista deixariam o espetáculo se tornar algo monótomo. Anunciado como um show que se apoiaria principalmente em seu novo material, “Piece of Me” se tornou uma grande festa, uma celebração da carreira meteórica de Britney Spears. De seu oitavo disco de estúdio, “Britney Jean” (2013), apenas a dançante “Work Bitch” sobreviveu. “Perfume” e “Alien” foram limadas do repertório, que conta com as mais recentes faixas “Scream & Shout” (2012) – parceria com will.i.am – e “Pretty Girls” (2015) – parceria com Iggy Azalea. As outras 20 e poucas canções percorrem pelos mais memoráveis anos da carreira de Spears.

Grandes sucessos como “…Baby One More Time”, “(You Drive Me) Crazy”, “Oops!… I Did It Again”, “Stronger”, “I’m a Slave 4 U”, “Gimme More”, “Womanizer” e “Till the World Ends” são os principais números do espetáculo e fazem a plateia pegar fogo. Em “Me Against the Music”, o clipe gravado em parceria com Madonna é reproduzido ao vivo; em “Everytime” a cantora sobrevoa o palco vestida de anjo, e em “I Love Rock ‘n’ Roll”, Britney sensualiza em cima de uma guitarra gigante, enquanto centenas de caixas de som aparecem com seu nome. A cada número, as paredes da casa são preenchidas com as projeções referentes às canções. Em “Toxic”, por exemplo, o espaço se transforma em uma gigantesca floresta, com direito a uma árvore no centro do palco. Para um repertório perfeito, faltaram apenas “Sometimes”, que nunca esteve no espetáculo, e “Lucky”, substituída na nova fase.

Britney é acompanhada por 14 dançarinos e por uma banda formada por Marc Delcore (teclados), Greg Delcore (baixo), Ernest LaRouche (bateria) e Zach Comtois (guitarra), apesar de não cantar ao vivo em nenhum momento do espetáculo. Durante as quase duas horas do show, a artista dança sem parar e isso basta. Quem se lembra apenas de uma ou outra apresentação desastrosa da carreira de Spears, precisa conferir “Piece of Me” de perto e reviver de maneira criativa e emocionante todos os grandes momentos da Princesa do Pop.

>> “Você quer subir ao palco e dançar com a Britney Spears?”

Britney-Spears-no-show-Piece-of-Me-em-Las-Vegas

(Foto: Denise Truscello)

“Piece of Me” está em cartaz no Planet Hollywood Resort & Casino em Las Vegas. Britney Spears retorna aos palcos a partir do dia 06 de abril com performances sempre às 21h. Os ingressos custam de $59 a $179 (mais taxas). Há pacotes VIP disponíveis por $526,25 (mais taxas) por pessoa. Meet & Greet estão disponíveis em números limitados. Mais informações sobre valores, especificações de pacotes e como adquirir entradas, através do site oficial do Planet Hollywood.