Chitãozinho e Xororó cantam a história da música sertaneja com Bruno e Marrone

CXBMTopo

Pouco se vê, nos dias de hoje, tamanha movimentação de profissionais nos bastidores de um show. Na plateia não é diferente. O barulho causado pela excitação e pelo número de pessoas que se movimentam para lá e para cá é enorme. O público vestiu suas melhores roupas e caprichou nos acessórios: há barulhos de passos de botas e chapéus de todos os tamanhos por todos os lados. Mesmo quando se trata de duas duplas veteranas, é difícil conter a bagunça. A data é histórica e promete ficar no imaginário de ambos, artistas e espectadores, por muito tempo. O encontro de Chitãozinho e Xororó com Bruno e Marrone, juntos no mesmo palco, é para acelerar o coração dos apaixonados por música sertaneja.

Matéria01

“O complicado é conciliar a agenda das duas duplas”, conta Bruno em relação ao projeto que existe há alguns anos e teve algumas apresentações pelo Brasil. “Mas em São Paulo é a primeira vez!”, empolga-se Xororó. “A nossa maior dificuldade é deixar músicas de fora”, conclui. “Graças à Deus temos muitos sucessos”, diz Bruno. O espetáculo se inicia com as duplas cantando, em vídeo, grandes canções uns dos outros. “Deu certo porque as duas equipes se deram muito bem”, afirma Chitãozinho. “Há muito respeito”. No palco, técnicos e músicos se misturam para apoiar as duplas que representam. O tempo é dividido de forma justa e não ressalta nenhum artista. Embora a dupla mais antiga chame mais atenção, o cantor Bruno não se deixa intimidar e solta sua voz tão potente quanto à do vocalista Xororó.

Matéria02

“Temos propostas para um DVD”, confessa Xororó. “Esse ano devemos fazer mais shows”. “Tomara que dê certo”, torce Chitãozinho. “Os meninos gostam de fazer apenas dois shows por semana, não precisam mais de dinheiro”, brinca Bruno. “Obrigado pelo ‘meninos'”, agradece Xororó. “E não estamos ricos é que não gastamos tanto quanto vocês!”, entrega em tom de brincadeira arrancando risos dos parceiros. A cumplicidade é notada em todos os momentos, da entrevista e do show. “Página de Amigos”, “Agora”, “No Rancho Fundo”, “Fogão de Lenha”, “Pura Emoção”, “Vou Te Amarrar Na Minha Cama”, “Brincar de Ser Feliz”, “Alô”, “Nuvem de Lágrimas”, “60 Dias Apaixonado”, “Galopeira”, “Fio de Cabelo”, “Dormi na Praça”, “Boate Azul”, “Ainda Ontem Chorei de Saudade”, “Evidências”, “Nascemos Pra Cantar” e “Força Estranha” foram alguns dos incontáveis sucessos que os artistas apresentaram em duplas ou todos juntos.

Chitãozinho e Xororó cantam “No Rancho Fundo”:

>> Confira mais vídeos exclusivos no canal do Setor VIP no You Tube!

Visivelmente felizes e muito confortáveis, Chitãozinho e Xororó e Bruno e Marrone entregam que vem música inédita por aí. “É para valorizar ainda mais o projeto”, afirmam. “A música sertaneja está no seio da família, as pessoas tem hábito de ouvi-la”, conclui Chitãozinho. “Todo mundo ouve e não só as novas. As antigas ainda fazem muito sucesso”, diz satisfeito. Ao afirmarem que vem mais datas em breve, as duas duplas prometem deixar os fãs em polvorosa. “Não faríamos o terceiro show, mas com a procura pelos ingressos, nos convidaram e aceitamos”, conta Xororó. As entradas para os três dias do show ainda sem nome (“Aceitamos sugestões!”), esgotaram-se semanas antes da histórica data. Para ficar na memória e guardar no coração.

CXBMFoot