Com homenagem a Tim Maia, Ivete Sangalo e Criolo emocionam São Paulo

Ivete-Sangalo-e-Criolo-no-Nivea-Viva-Tim-Maia-em-Sao-Paulo

Domingo, 28 de junho de 2015. Parque dos Heróis da FEB, em São Paulo. Cerca de 200 mil pessoas aguardam ansiosas pelo início do espetáculo. A apresentação faz parte do 4º projeto “Nivea Viva”, que homenageia um artista ou um gênero musical através de intérpretes importantes na Música Popular Brasileira. Depois de Maria Rita cantando Elis Regina (2012); Vanessa da Mata cantando Tom Jobim (2013); Alcione, Diogo Nogueira, Roberta Sá e Martinho da Vila homenageando o samba (2014); Ivete Sangalo e Criolo dão voz às grandes canções de Tim Maia no show “Nivea Viva Tim Maia”.

Depois de passar por Porto Alegre (RS), Recife (PE), Fortaleza (CE), Brasília (DF) e Rio de Janeiro (RJ), os artistas sobem ao palco paulista para se despedirem do projeto que reuniu mais de um milhão de pessoas: “Quero mandar um beijo muito especial para a Bahia, mais especificamente Salvador, onde aconteceria o show. A cidade estava sendo muito castigada pelas chuvas e isso levava o público ao risco”, contou Ivete. “Quero dizer que estamos unindo forças e tentando de tudo para levar esse show para vocês, porque vocês merecem”.

Ivete Sangalo canta “Não Quero Dinheiro (Só Quero Amar)”:

Sozinha no palco, Ivete Sangalo abriu a apresentação interpretando os clássicos “Não Quero Dinheiro (Só Quero Amar)”, “Gostava Tanto de Você”, “Você” e “Azul da Cor do Mar”. “Sinto que estou em casa quando canto em São Paulo”, disse a cantora que usou um vestido brilhante azul durante a primeira parte do espetáculo. “Estamos muito felizes de estar aqui cantando as músicas do Tim Maia”, completou. “Espero que vocês tenham uma linda tarde e um lindo início de noite”, desejou a todos com a simpatia que lhe é característica.

Vestindo um elegante terno claro, Criolo subiu ao palco para cantar as canções “Primavera” e “Chocolate”. Durante o primeiro número, o músico surpreendeu com voz e afinação impressionantes. O cenário trouxe obras de arte assinadas pela artista brasileira Beatriz Milhazes. No segundo momento, o intérprete encantou o público com sua dança tímida e seu sorriso sincero. Apesar de ser um artista bem menos popular que Ivete, o cantor chamou atenção justamente pela discrição ao mostrar seu indiscutível talento.

Ivete-Sangalo-e-Criolo-no-Nivea-Viva-Tim-Maia-em-Sao-Paulo

“Eu tô muito chique cantando Tim Maia!”, brincou Ivete ao voltar ao palco para as músicas “Imunização Racional (Que Beleza)”, “Bom Senso” e “Réu Confesso”. “Essa é uma das canções que eu mais adoro de Tim Maia, porque se parece muito comigo no meu comportamento”, disse antes da sensual “Telefone”. “Essa canção foi gravada por Roberto Carlos”, lembrou depois da agitada “Não Vou Ficar”. “Mas o mais lindo de Tim Maia é que ele conseguia passear do balanço até canções que fazem parte das nossas histórias de amor até hoje e assim sempre será. Pela poesia e pela força do próprio Tim Maia”. Foi a vez de “O Que Me Importa”.

“Sossego”, com Ivete Sangalo e Criolo:

Cantada por Ivete Sangalo, a introdução de “Lamento” trouxe ao palco Criolo, que terminou a canção. A primeira dividida pela dupla. Os grandes sucessos “Sossego”, “Do Leme ao Pontal” e “Você e Eu, Eu e Você” animaram a plateia e fez a espera pelo show de São Paulo – o último da turnê – valer a pena: “Estamos felicíssimos de estar em São Paulo. Quando Tim Maia voltou dos Estados Unidos, ele disse que foi com a mala cheia de aventuras e voltou com ela cheia de sonhos. Ele desembarcou aqui para começar uma nova história”, contou Ivete. “Muito obrigada, São Paulo!”, agradeceu emocionada.

Ivete-Sangalo-e-Criolo-no-Nivea-Viva-Tim-Maia-em-Sao-Paulo

Em mais um momento solo, Criolo interpretou “Ela Partiu”, “Eu Amo Você” e “Coroné Antônio Bento”. Antes do músico deixar o espaço, Ivete junta-se a ele para “Canário do Reino” (“Em qualquer rua de qualquer cidade, em qualquer praça de qualquer país, levo o meu canto puro e verdadeiro, eu quero que o mundo inteiro se sinta feliz”) e “A Festa de Santo Reis” (“Hoje é o dia de Santo Reis, anda meio esquecido mas é o dia da festa de Santo Reis”). Sozinha, a artista interpreta a simpática “Leva”.

Criolo canta “Me Dê Motivo” em São Paulo:

>> Mais vídeos exclusivos de Ivete e Criolo no canal do Setor VIP no YouTube!

“Me Dê Motivo”, um dos maiores clássicos de Tim Maia, é o momento solo mais bonito de Criolo. O coro da plateia, combinado ao anoitecer e ao poder da voz do intérprete, principalmente nos versos “pode crer você pôs tudo a perder, não podia me fazer o que fez e por mais que você tente negar, me dê motivo”, arrepiou o público que vibrou com a performance. Excelente maneira de introduzir a canção “Dia de Domingo”, outro ponto alto do show. No meio da canção, Ivete aparece vestindo um longo branco para dividir os vocais com o paulista.

“Tim Maia nos uniu e nunca mais vamos nos separar. Ganhei um amigo e um amigo bom. Temos vivido experiências muito legais com esse show”, contou a baiana. “Hoje é o último dia da nossa turnê, mas nós fizemos um pacto de que será o começo de uma sólida amizade para sempre”, finaliza. Um abraço emocionante selou a amizade e o respeito de ambos que foram fortemente aplaudidos durante toda a apresentação, principalmente em seus momentos em duplas. É a vez de “Lábios de Mel”, antes de Criolo despedir-se do palco pela última vez.

Ivete-Sangalo-e-Criolo-no-Nivea-Viva-Tim-Maia-em-Sao-Paulo

Último número solo de Ivete Sangalo, “Descobridor dos Sete Mares”, acendeu o público para uma despedida, literalmente quente. “Agora eu vou botar o meu toque: tira o pé do chão!”, brincou. Juntos, os artistas cantam “Acenda o Farol” e “Não Quero Dinheiro (Só Quero Amar)”. Atendendo aos pedidos ensurdecedores, a dupla voltou ao palco para “Vale Tudo”, “Sossego” e “Do Leme ao Pontal”. Durante a primeira canção do bis, no verso “só não vale dançar homem com homem e nem mulher com mulher”, a cantora soltou: “Vale sim! Agora vale casar! Viva a liberdade para o amor!”, em relação ao casamento gay aprovado recentemente nos Estados Unidos. “Amor sempre!”, completou Criolo.

Ivete-Sangalo-e-Criolo-no-Nivea-Viva-Tim-Maia-em-Sao-Paulo

Dirigidos por Monique Gardenberg, Ivete e Criolo interpretaram 28 canções gravadas por Tim Maia entre 1969 e 1986 em um show com mais de duas horas de duração. O projeto acendeu a vontade de ambos os artistas a estarem ainda mais próximos ao universo de Tim Maia. Um disco gravado em estúdio pela dupla, com algumas das canções apresentadas na turnê, deve chegar às lojas de todo o Brasil em breve. Além disso, a cantora planeja gravar um DVD com o repertório do artista soul e muitas participações especiais. Alguém duvida que Criolo não estará nele?

Ivete-Sangalo-e-Criolo-no-Nivea-Viva-Tim-Maia-em-Sao-Paulo

São inúmeras as possibilidades de falha em um projeto envolvendo a junção de dois grandes artistas e de gêneros completamente diferentes. Mas, quais as chances de Ivete Sangalo e Criolo, cantando as canções de Tim Maia, dar errado? A resposta pôde ser conferida por mais de um milhão de pessoas pelo Brasil afora. Complementares e unidos pelo amor, Ivete Sangalo e Criolo aproveitaram o melhor de cada um e deram uma interpretação única às impecáveis criações do grande Tim Maia.

Os artistas divertiram-se tanto que era possível ouvir quando abaixavam os microfones, por diversas, expressões como “que legal” e “que delícia”. A felicidade estampada no rosto, no sorriso e nos movimentos dos artistas eram imediatamente projetadas ao público que vivenciou “um momento único, um momento mágico” como descreveu o próprio Criolo. Com uma longa explosão de fogos, o projeto “Nivea Viva Tim Maia” encerrou um evento inesquecível. “Que honra!”, agradeceu Criolo. “Que show incrível!”, finalizou Ivete. “Quem não dança segura a criança, hein?”

Ivete-Sangalo-e-Criolo-no-Nivea-Viva-Tim-Maia-em-Sao-Paulo