Em noite inesquecível, John Mayer apresenta “The Search For Everything”

(Foto: Agência Brazil News)

Na última quarta-feira (18), John Mayer se apresentou no Allianz Parque, em São Paulo, com a turnê “The Search For Everything”. Embora baseado em seu mais recente álbum, o espetáculo revisita os sete discos de estúdio do norte-americano. Inspirado pela inquietude da nova geração, à qual se inclui – o cantor embarcou nos Estados Unidos com 39, mas desembarcou no Brasil com 40 anos -, John Mayer divide o show em capítulos, tornando a experiência mais fluída e transformando duas horas em um piscar de olhos. “São Paulo, é bom vê-los de novo!”, cumprimenta antes de agradecer em português. Acompanhado por toda a equipe, o bloco “Full Band” conta com as canções “Helpless”, “Moving On and Getting Over”, “Something Like Olivia” e “Changing”. Antes do fim, o astro relembra “Why Georgia” e “No Such Thing”, faixas do primeiro disco, “Room For Squares” (2001).

“Eu amo vocês!”, agradece visivelmente emocionado após “Emoji of a Wave”, primeira canção do capítulo “Acoustic”, bloco mais curto do espetáculo. “Vocês estão se divertindo até agora?”, pergunta depois de “Daughters”, um de seus maiores sucessos. Apesar de extremamente à vontade, John Mayer parece não acreditar no envolvimento do público com suas canções. Em diversos momentos respira fundo buscando recuperar o fôlego perdido em meio à emoção, solta onomatopeias para expressar admiração, abre sorrisos largos e joga beijos entre sinceras e constantes palavras de agradecimento. “Essa é a primeira vez que tocamos essa música desde que perdemos Tom Petty”, conta antes de “Free Fallin'”, primeiro cover da noite. Cantor, compositor e multi-instrumentista, o americano Tom Petty faleceu após uma parada cardiorrespiratória em 02 de outubro de 2017, em Los Angeles.

(Foto: Agência Brazil News)

Terceiro capítulo de “The Search For Everything”, “Trio” reúne John Mayer, Pino Palladino e Steve Jordan, formação original do John Mayer Trio, criado para atender a vontade do músico em homenagear o blues e os artistas do gênero que ouvia em sua infância. “Every Day I Have the Blues”, de Pinetop Perkins (1913 – 2011) e “Cross Road Blues”, de Robert Johnson (1911 – 1938) antecedem “Who Did You Think I Was”, música lançada no disco “Try!” (2005), único álbum do John Mayer Trio. O bloco termina com a canção “Vultures”. “Alguém me falou sobre essa dança”, conta ao tentar graciosamente dar uma “sarrada no ar” durante “Queen of California”, primeira faixa do capítulo “Full Band (Reprise)”, quarto bloco do show. “In The Blood” e “Slow Dancing in a Burning Room” antecedem “Who Says”, canção em que John Mayer modifica a letra acrescentando as palavras “São Paulo” e “Brasil”.

“Eu os vejo toda noite quando deito na cama e penso ‘preciso ir ao Brasil'”, conta antes de “Dear Marie”. “Vim porque eu os amo e quero voltar por toda a minha vida”, se declara. “Quanto tempo esperamos para as coisas terminarem? Trabalho, trânsito… desejar que as coisas terminem é desejar menos tempo”, afirma antes de agradecer o público – que não desejou o fim do show. No bis, John Mayer interpreta “Waiting on the World to Change” antes de apresentar a talentosa banda formada por Steve Jordan (bateria), Pino Palladino (baixo), Larry Goldings (teclados), Tiffany Palmer (vocais), Carlos Ricketts (vocais), Isaiah Sharkey (guitarra) e David Ryan Harris (guitarra). Durante “Gravity”, o astro pede que a plateia acenda a luz dos celulares e apaga completamente o palco, sendo iluminado apenas pelo público. Uma maneira emocionante e inesquecível de encerrar o espetacular “The Search For Everything”.

No último capítulo, “Epilogue”, John Mayer normalmente se senta ao piano e interpreta “You Are Gonna Live Forever in Me”, enquanto os créditos do espetáculo aparecem no telão. Em São Paulo, o cantor não apresentou o número.

(Foto: Agência Brazil News)

John Mayer segue com a turnê “The Search For Everything” para Belo Horizonte (20), Curitiba (22), Porto Alegre (24) e Rio de Janeiro (27). Os ingressos custam de R$115,00 (meia-entrada para a cadeira superior em Porto Alegre) a R$1.000,00 (inteira para o camarote em Curitiba) e podem ser encontrados no site oficial da Livepass. A turnê segue pela América do Sul com apresentação marcada para 29 de outubro, no Hipódromo Argentino de Palermo, em Buenos Aires. Depois da Argentina, “The Search For Everything” continua com shows marcados pela América do Norte.