Em turnê pelo Brasil, Circo da China apresenta “A Jornada do Panda Sonhador”

(Foto: Cíntia Carvalho / Setor VIP)

Seis anos após a última vinda ao Brasil, o Circo da China desembarca no Citibank Hall, em São Paulo, com “A Jornada do Panda Sonhador”. Inédito no país, o show é considerado um dos espetáculos mais infantis da companhia, principalmente pelo visual lúdico e pelo roteiro educativo, que mistura dança com números circenses e efeitos especiais. Em curta temporada no Brasil, o evento passará por Belo Horizonte, no BH Hall, do dia 27 até dia 30 de abril; e pelo Rio de Janeiro, no Metropolitan, entre os dias 04 e 07 de maio.

Com uma hora e quarenta minutos de duração (incluindo um intervalo de quinze minutos), a companhia – chamada originalmente de Shenyang Acrobatic Troupe – traz 45 artistas que se dividem no palco em 15 números diferentes, todos giram em torno da jornada de aprendizado do panda, símbolo emblemático da tradição chinesa.

Criados de forma similar às alegorias carnavalescas dos Desfiles das Escolas de Samba do Brasil, cenários e figurinos parecem baratos de perto, mas funcionam quando estão no palco ao mesmo tempo, principalmente somados à simples, porém bonita iluminação. As fantasias de frutas e legumes não fazem o menor sentido e tiram qualquer chance do espetáculo se classificar como um show de bom gosto. Se comparado ao Cirque du Soleil – o circo mais famoso do mundo na atualidade – o Circo da China não teria a menor chance de sobrevivência.

(Foto: Cíntia Carvalho / Setor VIP)

Fundada em setembro de 1951, a Shenyang Acrobatic Troupe se tornou uma das maiores e mais respeitadas companhias da China. Há mais de seis décadas os acrobatas se empenham em transmitir uma arte com mais de três mil anos, que conta parte da história e da cultura chinesa desde o tempo dos grandes impérios. As mensagens positivas e de superação contribuem para o estabelecimento da diplomacia entre China e Estados Unidos, além de fortalecer a amizade com países como México, Alemanha, França, Dinamarca, Rússia, Israel, Japão, Austrália, Nova Zelândia e, claro, Brasil.

O Circo da China esteve em terras nacionais pela primeira vez há 17 anos. De lá para cá, fizeram diversas turnês passando pelos mais diferentes lugares do planeta, com shows que incluem “Sky Mirage”, “Sunbird”, “Dragon Mirage” e “Beautiful Legend”.

>> Viva Michael! Cirque du Soleil exalta o maior artista de todos os tempos!

>> Blog do Setor: Circo da China retorna ao Brasil com “A Jornada do Panda Sonhador”

(Foto: Cíntia Carvalho / Setor VIP)

O Circo da China se apresenta no Citibank Hall, em São Paulo, até 23 de abril; no BH Hall, em Belo Horizonte, de 27 a 30 de abril; e no Metropolitan, no Rio de Janeiro, de 04 a 07 de maio. Em São Paulo, o espetáculo pode ser visto às quartas (21h), quintas (21h), sextas (17h e 21h), sábados (17h e 21h) e domingos (16h e 20h). Os ingressos custam de R$20 (meia) a R$180 (inteira). Em Belo Horizonte e no Rio de Janeiro, não haverá apresentações às quartas-feiras. Os valores vão de R$30 (meia) a R$140 (inteira) e de R$40 (meia) a R$160 (inteira), respectivamente. As entradas para todas as cidades podem ser compradas através do site oficial da Tickets For Fun. Estrela1