Grande elenco interpreta impopular comédia de Shakespeare, “Tróilo e Créssida”

(Foto: Priscila Prade)

Considerado o espetáculo menos popular do dramaturgo inglês William Shakespeare (1564 – 1616), “Tróilo e Créssida” cumpre temporada de sucesso no Teatro do Sesi, em São Paulo, desde o segundo semestre de 2016. Dirigida por Jô Soares, a peça conta com um elenco de 23 pessoas e reúne uma equipe criativa com alguns dos profissionais mais conceituados do Brasil. Descrito pelo próprio autor como uma comédia sinistra, o espetáculo mostra parte da Guerra de Troia*, apoiado em uma série de surpreendentes, cabíveis e engraçadas piadas. Uma maneira não usual e extremamente divertida para se aprofundar em uma parte importante da história do mundo e das artes cênicas, uma vez que Shakespeare é um dos dramaturgos mais aclamados de todos os tempos.

*O conflito durou cerca de 10 anos, possivelmente entre 1300 a.C. e 1200 a.C..

Embora não exista destaque em espaço ou visibilidade (o elenco é apresentado em ordem alfabética e todos os personagens possuem ao menos um grande momento em cena e longos períodos na coxia), Maria Fernanda Cândido é um dos nomes que mais chamam a atenção do público. Conhecida no país após sua popular participação como Paola na novela “Terra Nostra” (1999), da Rede Globo, a atriz interpreta a personagem Créssida de maneira sensível e significativa. No palco, Cândido é acompanhada pela presença marcante e talentosa de Ricardo Gelli (Tróilo), Guilherme Sant’anna (Pândaro), Otávio Martins (Aquiles), Ataíde Arcoverde (Térsito) e Tuna Dwek (Cassandra). Adriane Galisteu empresta sua beleza para a exuberante Helena de Troia.

(Foto: Priscila Prade)

Na produção se destaca o inventivo cenário criado por Chris Aizner e Nilton Aizner, a relevante iluminação de Maneco Quinderé e o criativo figurino assinado por Fábio Namatame. A projeção mapeada** – também usada por Jô Soares em seu espetáculo anterior, “Histeria” – criada pelo videomaker Erik Almeida, encerra o espetáculo com chave de ouro. Na trilha sonora, há a participação de Sérgio Reis tocando berrante.

**Espécie de animação que acompanha os detalhes do desenho do cenário.

Completam o elenco os atores Ando Camargo (Menelau), Edu Semerjian (Ulisses), Felipe Palhares (Pátroclo), Fernando Pavão (Heitor), Giovani Tozi (Criado), Kiko Bertholini (Páris), Luciano Schwab (Ajax), Luiz Damasceno (Nestor), Marco Antonio Pâmio (Agamenon), Nícolas Trevijano (Diomedes) e Paulo Marcos (Enéias), além da participação das amazonas Cláudia Manzini, Ivana Oliveira, Juliana Carvalho, Luzia Reis e Zelia Costa.

>> Pedro Paulo Rangel e Cassio Scapin brilham em comédia dirigida por Jô Soares

(Foto: Priscila Prade)

“Tróilo e Créssida” está em cartaz no Teatro do Sesi (Av. Paulista, 1313 – Cerqueira César), em São Paulo. De quarta a sábado às 20h e aos domingos às 19h. Os ingressos são distribuídos gratuitamente através do site oficial do Sesi-SP. Consulte disponibilidade e datas de novas distribuições. Ingressos remanescentes são distribuídos minutos antes do espetáculo. A peça tem duração de 110 minutos e não é recomendada para menores de 14 anos. Até 18 de dezembro de 2016. Retorna 25 de janeiro e permanece em cartaz, inicialmente, até 19 de fevereiro de 2017. Estrela1 Estrela1 Estrela1