Grandioso e criativo, “Wicked” alcança 100 mil espectadores no Brasil

(Foto: Setor VIP / Cíntia Carvalho)

(Foto: Setor VIP / Cíntia Carvalho)

Um tornado carrega Dorothy – e seu cachorro Totó – para a enigmática cidade de Oz. A menina toma conhecimento de um mágico que pode indicá-la o caminho de volta para a casa. Seguindo a estrada de tijolos amarelos, encontra o Leão, o Homem de Lata e o Espantalho. Personagens em busca de sonhos difíceis de se tornarem realidade, mas não impossíveis. Baseado no romance de Gregory Maguire, o musical “Wicked” conta a história antes e depois de “O Mágico de Oz”.

Em cartaz no Teatro Renault, em São Paulo, desde o dia 03 de março, “Wicked” enfatiza a difícil relação entre Elphaba (Myra Ruiz) e Glinda (Fabi Bang), bruxas com personalidades distintas, que aprendem a tolerar e a respeitar as diferenças durante um espetáculo grandioso, criativo e emocionante. Em cena, 34 atores, cantores e bailarinos interpretam dezenas de personagens no maior palco montado para o espetáculo no mundo! No entanto, não há espaço para papéis secundários.

(Foto: Setor VIP / Cíntia Carvalho)

(Foto: Setor VIP / Cíntia Carvalho)

Números musicais como “Popular”, “For Good” e “Defying Gravity” exaltam a potência vocal das protagonistas e não dão chance aos demais personagens, embora haja cenas especialmente atraentes como “Dancing Through Life” e “One Short Day”. Aos fãs mais afoitos de “O Mágico de Oz”, cabe a percepção de algumas curiosidades como o retorno dos sapatos de brilhantes ao invés de sapatos de rubi; a invenção de quem eram o Leão, o Homem de Lata e o Espantalho; e o motivo do Mágico ter ido embora em um balão.

Composto por Stephen Schwartz, “Wicked” teve em seu elenco original as estrelas Idina Menzel e Kristin Chenoweth. O musical recebeu dezenas de nomeações dos mais importantes prêmios do mundo, levando para a casa o Tony de Melhor Atriz (Idina Menzel), Melhor Cenografia e Melhor Figurino; seis Drama Desk Awards, incluindo Melhor Musical; e o Grammy de Melhor Álbum de Musical. No Brasil, a tradução ficou a cargo de Victor Mühlethaler e Mariana Elisabetsky.

(Foto: Setor VIP / Cíntia Carvalho)

(Foto: Setor VIP / Cíntia Carvalho)

Desde a estreia no dia 30 de outubro de 2003, estima-se que “Wicked” tenha feito mais de 5 mil apresentações na Broadway, contabilizando um público de 9,5 milhões de espectadores apenas em Nova York. Na capital paulista, mais de 100 mil pessoas aplaudiram entusiasmadamente as 70 apresentações oficiais do elenco brasileiro. Por enquanto. Até o fim do ano, “Wicked” deve fazer mais 130 espetáculos. Os 200 shows contabilizarão um público de 300 mil pessoas. No mundo, são mais de 48 milhões de espectadores.

Atualmente, “Wicked” é um dos espetáculos mais populares do planeta. Em dezembro de 2015, conquistou o título de musical com maior lucro da Broadway: US$ 2,94 milhões, contra US$ 2,87 do bem sucedido “O Rei Leão”. No mundo, o rendimento está prestes a ultrapassar a marca de US$ 4 bilhões, graças às montagens em países como Inglaterra, Alemanha, México, Austrália e Japão. No dia 27 de setembro, “Wicked” completa 10 anos em cartaz em Londres.

(Foto: Setor VIP / Cíntia Carvalho)

(Foto: Setor VIP / Cíntia Carvalho)

“Wicked” está em cartaz no Teatro Renault (Av. Brigadeiro Luís Antônio, 411 – República) em São Paulo. Há espetáculos às quintas (21h), sextas (21h), sábados (16h e 21h) e domingos (15h e 20h). Há sessões esporádicas quartas e quintas-feiras à tarde. Os ingressos vão de R$ 25,00 (meia) a R$ 280,00 (inteira) e podem ser comprados na Tickets for Fun. Até dezembro.