Gusttavo Lima: “Dormi na rua para ter meu trabalho reconhecido”

Em meio a uma avalanche de compromissos profissionais – e tentando adequar sua agenda com suas necessidades pessoais – o cantor Gusttavo Lima nos recebeu no camarim do Villa Country, em São Paulo, para um rápido bate-papo. “Obrigado por ter esperado”, disse poucos minutos antes das quatro horas da manhã. O atendimento deveria ter sido feito antes do show, mas por complicações diversas foi passado para depois. “Desculpe não te atender antes, me atrasei pois fiz um show a tarde”, falou em relação a apresentação no Mercado Municipal de São Paulo para os ganhadores de uma promoção. É quase impossível não gostar dele. Entre um abraço e outro de amigos e fãs, cantarola algumas canções. Fãs, aliás, que ele prometeu no palco atender após o show: “Vou tirar foto com todos vocês que trouxeram cartazes”. Dito e feito.

Gusttavo durante show no Mercado Municipal de São Paulo

Gusttavo durante show no Mercado Municipal de São Paulo

O show teve algumas participações, uma música inédita e muitas surpresas. Uma das que mais chamou atenção foi o novo corte de cabelo do cantor. O antigo era uma das marcas registradas de Gusttavo: “Esse corte chama ‘Fiote de Cruz Credo'”, brinca. O artista ainda cantarolou “Show das Poderosas”, da funkeira Anitta, “Ela é Top”, do Mc Bola e “Paz e Amor”, de Jorge & Mateus. “Quem Tem Sorte é Sortero”, que não faz parte do setlist usual do show, também apareceu. Durante a música “Cheiro de Shampoo”, a apresentação foi interrompida por uma briga: “Vou ter que descer aí embaixo para resolver isso? Vão arrumar mulher! Se eu fosse solteiro e estivesse aí, tinha beijado umas 50!”. Para dar o clima do disco que está por vir, o sucesso “Fora do Comum” foi cantado também em espanhol. O próximo DVD do artista? Será gravado em agosto de 2014 na 29ª Festa do Peão de Boiadeiro de Barretos.

No camarim do Villa Country

No camarim do Villa Country

O clima do camarim é de astro do rock. São dezenas de pessoas assessorando a estrela, das mais úteis e educadas aos seguranças truculentos. O acesso ao mais novo ídolo da música sertaneja – e um dos mais bem-sucedidos da geração – é difícil, mas ele faz valer a pena. Falando baixo, o mineiro de Presidente Olegário, nascido Nivaldo Batista Lima, preservou a simplicidade e a simpatia. “Dormi duas horas de ontem para hoje, quando cheguei no hotel às nove da noite (após a apresentação no Mercadão) eu precisava dormir ou não daria conta do show”, confessa. Na ocasião, Gusttavo também comemorava o primeiro ano de seu relacionamento com Andressa Suita, sua noiva. O casamento deve sair só no segundo semestre do ano que vem. “Foi um show especial, estava me sentindo a vontade”, começou a conversa.

Com a noiva Andressa Suita

Com a noiva Andressa Suita

“Acabei cantando músicas novas, que ninguém havia ouvido ainda. Estamos gravando um CD em estúdio pela primeira vez. Sempre fizemos ao vivo, gravamos um DVD e tiramos as músicas para um CD. Esse será totalmente gravado em estúdio. ‘A Cor da Esperança’, essa música romântica que cantei hoje pela primeira vez, estará no disco. Faz um ano e meio que gravamos ‘Gusttavo Lima Ao Vivo’, no Credicard Hall aqui em São Paulo, está na hora de surgir novas músicas.”

+

“Me senti à vontade em cantar (‘A Cor da Esperança’), principalmente por estar rodeado de amigos, a dupla Marcos & Belutti, Matheus & Kauan e a Laura S. que é uma menina maravilhosa. Fiz uma participação em português em uma música que ela canta em inglês, “Not This Time”. Gravamos o clipe no Rio de Janeiro, em Nova York e em Paris. É uma baladinha bem bacana.”

+

“Acabamos de gravar um CD em espanhol, está pronto e vai ser lançado em 22 países latinos pela Sony, em novembro. Não sei se será lançado no Brasil, pois é um trabalho especificamente para fora. O disco terá regravações de músicas conhecidas, de sucessos que tivemos o aval do público brasileiro, como ‘Gatinha Assanhada’.”

+

“Rapaz, não sei nem falar português direito, às vezes até me perco! Não pretendo cantar em inglês. Para gravar em espanhol nós tivemos a assessoria do César Lemos, que trabalhou com a Shakira. Ele trabalhou em um disco da Xuxa que foi gravado em 7 idiomas: português, espanhol, francês, chinês, hebreu… gravamos de pedacinho em pedacinho, quase palavra por palavra. Nós ensaiávamos, mas quando ligava tudo era muito difícil. Ficávamos por volta de duas horas por música. Foi complicado.”

+

“Vou fazer 23 anos e 12 meses (risos) no dia 3 de setembro e vou comemorar cantando no Brazilian Day em Nova York (dia 1° de setembro), vou passar meu aniversário dentro do avião voltando para o Brasil. É uma grande conquista, mas não troco minha família e meus amigos por nada. Passei por tanta coisa que parece que vivi uns 50 anos. Sair de onde saí, ter uma família humilde, dormir em rodoviária para ter meu trabalho reconhecido e não me envergonho disso. Não esperava alcançar o que alcancei tão novo. Sou independente desde os 9 anos e tenho 15 anos de carreira. Não tenho mais nada para pedir a Deus. Só saúde. Me considero vitorioso.”

error: