Histórias clássicas são revisitadas na comédia “Teatro Para Quem Não Gosta”

(Foto: Lenise Pinheiro)

Em 1988, Marcelo Médici teve seu primeiro contato com os palcos ao participar do CPT – Centro de Pesquisa Teatral, dirigido por Antunes Filho. Em cartaz no Teatro FAAP, em São Paulo, o artista comemora 30 anos de palco com “Teatro Para Quem Não Gosta”. Médici divide o palco com Ricardo Rathsam, com quem esteve em outros espetáculos como “Eu Era Tudo Pra Ela e Ela Me Deixou” (2011) e “Cada Dois Com Seus Pobrema” (em cartaz de 2014 a 2016).

No repertório do espetáculo são revisitadas histórias como “Édipo Rei”, de Sófocles; “Romeu e Julieta”, de William Shakespeare; e “O Doente Imaginário”, de Molière, bem como são relembrados gêneros teatrais como Teatro do Absurdo, Teatro de Revista e Teatro Musical. Entre as homenagens destacadas no texto concebido por Marcelo Médici e Ricardo Rathsam, o único deslize está na maneira ofensiva que se referem às peças protagonizadas por Youtubers.

(Foto: Lenise Pinheiro)

Os atores interpretam dezenas de personagens para contar a história do teatro de maneira rápida e cômica. Médici se desdobra em mais de vinte papéis, enquanto Rathsam interpreta doze personagens. Algumas trocas de roupa são executadas em poucos segundos, ação que ao menos Marcelo Médici está bastante familiarizado. Em “O Mistério de Irma Vap” (2008), o artista se caracterizava quase uma centena de vezes em pouco mais de uma hora de espetáculo.

“Teatro Para Quem Não Gosta” possui inúmeros acessórios como elementos fundamentais do agradável e bastante divertido figurino criado por Fabio Namatame. Para os mais observadores, é possível reconhecer algumas peças clássicas utilizadas por Marcelo Médici em seu grande sucesso “Cada Um Com Seus Pobrema” (em cartaz desde 2004). A concepção do cenário de Kleber Montanheiro é simplista, mas com funcionalidades claras e coerente ao projeto.

>> “Annie” supera grandes produções e eleva patamar do Teatro Musical no Brasil

>> “Romeu e Julieta” se transforma em musical ao som de Marisa Monte

(Foto: Lenise Pinheiro)

“Teatro Para Quem Não Gosta” está em cartaz no Teatro FAAP (Rua Alagoas, 903 – Higienópolis), em São Paulo, às quintas-feiras (21h). As entradas custam de R$45,00 (meia) a R$90,00 (inteira) e podem ser encontradas no site oficial do Teatro FAAP. “Teatro Para Quem Não Gosta” tem classificação indicativa recomendada para maiores de 14 anos e duração aproximada de 90 minutos. Até 25 de outubro. Estrela1 Estrela1 Estrela1