J. J. Jackson distribui sorrisos durante show de blues em São Paulo

COLABORAÇÃO: Mayra Rowlands

O americano Leo Robinson mostrou sua mais nova turnê no Brasil como faz desde os anos 80. Aos 72 anos, o cantor e compositor está em plena forma e deu um show de carisma e talento ao público que esgota os ingressos de todas as suas apresentações desde sempre. Não sabe quem é Leo Robinson?

JJtopo

Nascido no estado de Arkansas, nos Estados Unidos, foi – durante sua infância e adolescência – vizinho e colega de escola de Jimi Hendrix, com quem formou sua primeira banda “Rock Teens”. Nos anos 80, apaixonou-se por uma bailarina brasileira e mudou para o país definitivamente onde trabalhou principalmente na Rede Globo. Aconselhado pela poderosa emissora, mudou de nome para como é conhecido mundialmente: J. J. Jackson. O músico integrou trilhas-sonoras de novelas como “Bebê a Bordo” (1988), “Salvador da Pátria” (1989), “Barriga de Aluguel” (1990), “Vamp” (1991), entre outras, tornando-se parte fundamental da produção musical da emissora por mais de 10 anos. O americano famoso por dar seu toque especial às canções mais conhecidas do blues, soul e R&B no mundo, dividiu o palco com grandes nomes da música como B. B. King, Miles Davis, Sammy Davis Jr., Quincy Jones e Ray Charles.

Pontualmente às 20h30, o sorriso de J. J. Jackson iluminou o palco do Sesc Vila Mariana e encantou o público ao som de “Louie Louie”, música originalmente composta pelo cantor de R&B, Richard Berry, em 1956. “My Girl”, da banda The Temptations, “Easy”, do The Commodores – antiga banda de Lionel Richie – e “Voodoo Child”, do colega Jimi Hendrix, animaram e emocionaram o público de todas as idades que optou por curtir a presença magnetizante do bluesman em São Paulo.

Sem tirar o sorriso do rosto, Jackson interagiu com o público o tempo inteiro, desceu para conversar com os fãs, convidou as pessoas para beber depois da apresentação e cumprimentou amigos. Com seu forte registro vocal, o músico interpretou grandes clássicos do blues até chegar em sua conhecida canção “Back to São Paulo”, título do álbum gravado em 2009 em homenagem à cidade que o acolheu. A versão inesperada de “Azul da Cor do Mar”, sucesso na voz de Tim Maia, “Your Song”, de Elton John e “Stand By Me”, de John Lennon, encerraram o show do artista de carisma e humildade raramente vistos em um músico desse patamar.

JJFoot