Miguel Falabella e elenco apresentam musical “A Madrinha Embriagada”

Kiara Sasso e Sara Sarres em cena de "A Madrinha Embriagada"

Kiara Sasso e Sara Sarres em cena de “A Madrinha Embriagada”

Estreia hoje no Teatro do Sesi, em São Paulo, a comédia musical “A Madrinha Embriagada” (“The Drowsy Chaperone”) com adaptação e direção de Miguel Falabella. “Tinha assistido na Broadway em 2006 e adorei. O musical é uma homenagem a uma falange muito específica do teatro, do teatro de revista musical. Fiquei encantado com isso!”, conta. “Quando entrei na Rede Globo, adorava ouvir as histórias dos atores mais velhos. Elas fazem parte do acervo de todos nós e, especificamente, desses artistas que homenageamos na ‘Madrinha Embriagada'”, continua o diretor: “A peça se passa em 1928. Fazer esse espetáculo na Avenida Paulista e na frente do MASP (Museu de Arte de São Paulo), não faria sentido sem lembrar dos importantes anos 20 da cidade”, diz sobre adaptar a história para São Paulo. Além de Miguel, o figurinista Fause Haten, a coreógrafa Kátia Barros, o diretor musical Carlos Bauzys e o diretor associado Floriano Nogueira também estiveram presente na coletiva.

O diretor Miguel Falabella

O diretor Miguel Falabella

Em importante participação, Lisa Lambert, autora das músicas e Don Mc Kellar, responsável pelo texto, deram uma aula de simpatia: “Me desculpem por falar apenas inglês, mas estou maravilhada por estar aqui e me sinto muito bem-vinda!”, começou Lisa. “Escrevemos essa peça de presente para um casal de amigos e a apresentamos pela primeira em sua despedida de solteiro”, conta Mc Kellar: “De repente, estávamos na Broadway, mas desde o começo era um show gratuito e sobre paixão pelo teatro”. “O musical termina no Brasil, sinto que finalmente o ciclo da peça está se cumprindo. Nosso sonho era que a última música tivesse sido feito em português, mas não conseguimos. Hoje me arrependo”, finaliza Don: “A qualidade dessa produção é um honra para nós”.




Os mais conhecidos atores da cena de teatro musical paulistana estão presente no espetáculo, como Saulo Vasconcelos (“Os Miseráveis”, “O Fantasma da Ópera”), Sara Sarres (“West Side Story”, “Cats”), Kiara Sasso (“Miss Saigon”, “A Noviça Rebelde”), Paula Capovilla (“A Bela e a Fera”, “Evita”) e experientes artistas como Ivan Parente (“Alô, Dolly!”), Andrezza Massei (“A Bela e a Fera”, “Cats”) e Frederico Reutera (“Os Produtores”, “Alô, Dolly!”). A atriz convidada Stella Miranda, dá vida a Madrinha: “É uma delícia interpretar embriagada! Mas veja bem, não é bêbada, é um whisky a menos!”, confessa Stella. “Estou casando com o Saulo Vasconcelos pela quinta vez no palco!”, brinca Kiara em relação aos espetáculos “A Bela e a Fera”, “O Fantasma da Ópera”, “Mamma Mia!” e “A Noviça Rebelde”. O elenco se mostrou feliz e bem integrado durante coletiva e números apresentados a imprensa.

Stella Miranda, Ivan Parente, Sara Sarres e Frederico Reuter

Stella Miranda, Ivan Parente, Sara Sarres e Frederico Reuter

Serão 325 sessões – incluindo os ensaios abertos que aconteceram essa semana – e o público estimado é de quase 150 mil pessoas. Totalmente gratuito, “A Madrinha Embriagada”, ficará em cartaz até o dia 29 de julho de 2014. Os ingressos são disponibilizados para reserva on-line no site do Sesi-SP pelo link: www.sesisp.org.br/meu-sesi. Para as apresentações em agosto, os ingressos já estão esgotados.

*Fotos por Cíntia Carvalho.