Monstros da música brasileira se reúnem no espetáculo “O Grande Encontro”

(Foto: Filipe Vicente / Setor VIP)

Alceu Valença, Elba Ramalho e Geraldo Azevedo retornam aos palcos para comemorar os 20 anos do projeto “O Grande Encontro”. No último final de semana, os artistas estiveram no Espaço das Américas, em São Paulo, para interpretar algumas das mais especiais canções do repertório da música nordestina. A turnê teve início no ano passado e passou pelas principais cidades do Brasil.

“O Grande Encontro” teve seu primeiro disco gravado em 1996. Alceu, Elba e Geraldo dividiam os microfones com Zé Ramalho, que optou por não participar das atuais comemorações. Tanto “O Grande Encontro 2” (1997), como “O Grande Encontro 3” (2000), não tiveram a participação de Alceu Valença.

“Anunciação” abre o espetáculo, seguida pela canção “Caravana”. “Boa noite, São Paulo! Que alegria estar com vocês!”, cumprimenta Elba. “Vamos cantar a primeira música do primeiro disco meu e de Alceu Valença”, avisa Geraldo antes da graciosa “Me Dá Um Beijo”. “Vamos voar?”, convida Elba Ramalho ao relembrar “Sabiá”, última canção com a participação da cantora no primeiro bloco.

(Foto: Filipe Vicente / Setor VIP)

Sem a presença de Elba Ramalho, Alceu Valença e Geraldo Azevedo interpretam “Papagaio do Futuro” e “Coco das Serras”. “Vem cá, Alceu! Não vai embora não, você tá doido?”, brinca Geraldo enquanto o companheiro deixa o palco. “Esqueci que tinha outra música!”, confessa o cantor aos risos antes de “Moça Bonita”. No primeiro bloco solo da noite, Geraldo Azevedo inicia com os sucessos “Dona da Minha Cabeça” e “Sétimo Céu”. Durante a execução da bela “Dia Branco”, o público canta em coro por mais de um minuto. “Isso é que é coro. O ‘coro’ come em São Paulo”, brinca antes da espetacular “Só Depois de Muito Amor Eu Vou Embora”.

Elba retorna ao palco para o impactante dueto “Bicho de Sete Cabeças”. “Que honra cantar com Geraldo! Sabiam que sou a cantora que mais gravou Geraldo Azevedo?”, se orgulha. “Uma vez estava gravando um disco, mostrei para ela, que me disse que queria uma das músicas. Falei que era do meu álbum novo”, começa Geraldo. “Insisti tanto que ganhei a canção”, completa Elba. “Toda música que faço vira dela. Um dia estava fazendo um show e o cara perguntou porque eu cantava tanta música de Elba Ramalho!”, conta levando a plateia às gargalhadas antes de interpretarem as canções “Quando Fevereiro Chegar” e “O Princípio do Prazer”.

(Foto: Filipe Vicente / Setor VIP)

Sozinha no palco, Elba Ramalho emociona o público com a bonita “Ai Que Saudade D’ocê”. “Obrigada, São Paulo! Vocês são demais!”, agradece antes de relembrar a participação de Zé Ramalho nos primeiros trabalhos de “O Grande Encontro”. “É opção de cada artista participar ou não de um projeto”, confessa ao introduzir “Chão de Giz”. “Vamos fazer uma coisa diferente?”, pergunta antes de interpretar “Sangrando”, de Gonzaguinha. Elba conta que teve a ideia de adicionar a música no repertório após cantar a canção em um evento especial no Rio de Janeiro. “Encarei e gostei. Obrigada!”, agradece sincera.

“‘O Grande Encontro’ homenageia três mestres da grande nação nordestina: Jackson do Pandeiro, Luiz Gonzaga e Dominguinhos!”, diz após cantarolar “De Volta Pro Aconchego”. “Na Base da Chinela”, “Qui Nem Jiló” e “Eu Só Quero Um Xodó” animam a plateia que esgotou os ingressos de ambas as apresentações paulistas com dias de antecedência. “E agora com vocês, Alceu Valença!”, convida. Juntos, a dupla interpreta “Ciranda da Rosa Vermelha”. No último bloco solo, Alceu literalmente levanta o público, que tenta dançar em frente ao palco, mas é impedido pelos seguranças da casa de espetáculos.

(Foto: Filipe Vicente / Setor VIP)

Nesse momento, todos os espaços laterais estão ocupados pelo público que não se contém em assistir ao espetáculo sentado. “Como Dois Animais”, “La Belle de Jour”, “Coração Bobo”, “Cabelo no Pente” e “Morena Tropicana” arrancam aplausos fervorosos dos espectadores. Alceu, Elba e Geraldo se unem novamente, dessa vez ao som de “Táxi Lunar”. O trio é ovacionado. Além do anúncio que o final do espetáculo está se aproximando, o encontro de três dos mais talentosos artistas brasileiros expande a vontade do público em dançar ao som do melhor da música nordestina.

De pé e bem próximo aos artista, o público curte “Ciranda da Traição” e “Pelas Ruas Que Andei”. Além do trio de protagonistas, “O Grande Encontro” conta com o apoio de sete músicos que se dividem entre acordeon, percussão, baixo, guitarra, bateria, flauta e violão, dirigidos musicalmente por Marcos Arcanjo e apresentados ao público após “Banho de Cheiro” e antes do encerramento apoteótico com “Frevo Mulher”.

>> Mais vídeos de “O Grande Encontro” no canal oficial do Setor VIP no YouTube!

“O Grande Encontro” tem shows marcados dia 19 de maio, em Porto Alegre; 20 de maio, em Curitiba; 26 de maio, em Jaguariúna; 02 de junho, em Olinda; 16 de junho, em Maceió; e 26 de agosto, em Belo Horizonte. Mais informações estão disponíveis na página oficial de “O Grande Encontro” no Facebook. O trio continua com suas turnês solo em paralelo. As datas podem ser conferidas nos sites oficiais de Alceu Valença, Elba Ramalho e Geraldo Azevedo.