“Mudança de Hábito”: sucesso de Whoopi Goldberg completa 25 anos

(Foto: Divulgação)

Um dos filmes mais divertidos de todos os tempos, “Mudança de Hábito” completa 25 anos. Em 29 de maio de 1992, chegava às salas de cinema o que seria o maior sucesso da carreira de comediante de Whoopi Goldberg. “Mudança de Hábito” rendeu cerca de US$200 milhões de dólares à Touchstone Pictures, além da sequência lançada um ano depois e do espetáculo musical visto por mais de seis milhões de espectadores pelo mundo, incluindo o Brasil.

Dirigido por Emile Ardolino (conhecido principalmente pela direção do filme musical “Dirty Dancing”, em 1987), “Mudança de Hábito” trouxe no elenco Whoopi Goldberg como Deloris Van Cartier/Irmã Mary Clarence, Maggie Smith como Madre Superiora, e Harvey Keitel como Vince LaRocca. Assinado sob o pseudônimo de Joseph Howard, o roteiro do longa-metragem foi criado por Paul Rudnick com o auxílio de diversos escritores, incluindo Carrie Fisher, atriz mundialmente conhecida pela interpretação da Princesa Leia na série de filmes “Star Wars”.

Rudnick desenvolveu a ideia original do longa-metragem para Bette Midler. Grande estrela da época, Midler recusou o papel afirmando que seus admiradores não gostariam de vê-la em um hábito. Whoopi abraçou o projeto após sua participação no arrebatador sucesso “Ghost” (1990), drama que rendeu à atriz o Oscar de Melhor Atriz Coadjuvante por sua interpretação da personagem Oda Mae Brown, além de prêmios como o BAFTA e o Globo de Ouro.

(Foto: Divulgação)

Em 1968, a pequena Deloris (interpretada no prólogo por Isis Carmen Jones) recebe constantes broncas por seu comportamento durante as aulas na St. Anne’s Academy. Em meados dos anos 90, Deloris se torna a cantora principal do grupo The Ronelles. Ao lado de Tina (Charlotte Crossley) e Michelle (Jenifer Lewis), a artista se apresenta no Moonlite Lounge, espaço de shows situado no cassino Nevada Club, em Reno.

Após presenciar um crime cometido por seu amante Vince LaRocca, Deloris conhece o policial Eddie Souther (Bill Nunn). Como medida de proteção à testemunha, o delegado convence a cantora a se esconder no convento St. Katherine. Apresentada como Irmã Mary Clarence, Deloris conhece as graciosas Irmã Mary Robert (Wendy Makkena) e Irmã Mary Patrick (Kathy Najimy), além da rigorosa Madre Superiora.

Para evitar que se meta em confusão, a reverenda coloca o coral da igreja sob responsabilidade da artista. A transformação do trabalho exercido pelas freiras causa uma enorme repercussão na região, que passa a colaborar com a preservação do convento, prestes a fechar por problemas financeiros.

(Foto: Divulgação)

“Mudança de Hábito” foi gravado parte em Reno e parte em São Francisco, ambas cidades situadas nos Estados Unidos. O convento St. Katherine se chama, na verdade, St. Paul’s Church. Na época, os comércios localizados em volta da igreja foram pichados para que a região parecesse barra pesada. O longa-metragem traz uma série de referências musicais, como The Beatles e Elvis Presley, além de citar Diana Ross e brincar com a saída da cantora do grupo The Supremes. The Ronelles, aliás, é uma homenagem às cantoras que se apresentavam em trios e vestindo excêntricas roupas brilhantes nos anos 60, como o extinto grupo em que pertencia Ross e que inspirou produções como o musical “Dreamgirls” ou as mais recentes Destiny’s Child.

Whoopi gravou algumas das canções para a trilha-sonora do filme. O disco vendeu mais de 500 mil cópias apenas na época do lançamento. A atriz Wendy Makkena apenas dublou a voz que originalmente pertence à cantora Andrea Robinson. Além de canções católicas, “Rescue Me” (Fontella Bass), “Gravy” (Dee Dee Sharp) e “Roll With Me Henry” (Etta James) estão presentes no longa-metragem. “Shout”, gravada pelo grupo The Isley Brothers e por mais de 50 artistas diferentes, ganhou uma versão moderna e dançante na voz de praticamente todo o elenco. A canção é ouvida durante os créditos finais de “Mudança de Hábito”. Assista até o último segundo!

>> “Mudança de Hábito”: o melhor espetáculo musical do ano!

>> “Ghost – O Musical”: efeitos transportam clássico dos cinemas para os palcos

(Foto: Divulgação)

error: