“Nasce Uma Estrela” consagra talento de Lady Gaga e Bradley Cooper

(Foto: Divulgação)

Indicada em incontáveis dos mais importantes prêmios do planeta, Lady Gaga venceu centenas. Entre os mais importantes troféus que levou para casa estão seis prêmios Grammy, considerada a premiação da indústria musical de maior prestígio no mundo. Em cartaz desde outubro, “Nasce Uma Estrela” traz a cantora como protagonista de um longa-metragem pela primeira vez. A artista interpreta Ally, uma cantora amadora que se apaixona pelo renomado Jackson Maine, papel de Bradley Cooper, três vezes indicado ao Oscar. A união de artistas talentosos e extremamente bem-sucedidos em suas carreiras atrai milhões de espectadores às salas de cinema de todo o mundo, mesmo que o roteiro do filme não traga nenhuma novidade relevante para o público.

Protagonizado por Janet Gaynor e Fredric March, “Nasce Uma Estrela” chegou aos cinemas em 1937. A história original concorreu a sete Oscars, vencendo apenas Melhor Roteiro Original. Em 1954, o primeiro remake conquistou seis indicações ao Oscar e duas vitórias no Golden Globe: Melhor Ator para James Mason e Melhor Atriz para Judy Garland. Mais de vinte anos depois, Barbra Streisand protagonizou a montagem de maior sucesso. O longa-metragem rendeu quase US$75 milhões, um êxito indiscutível se comparado às produções anteriores, que lucraram cerca de US$1 milhão cada. O remake de 1976 concorreu a quatro Oscars, vencendo Melhor Canção Original, e ganhou cinco Golden Globe, incluindo Melhor Filme, Melhor Atriz e Melhor Ator.

(Foto: Divulgação)

O projeto seria protagonizado por Beyoncé, que adiou sua participação devido à gravidez de sua primogênita Blue Ivy, em 2011. Quando o filme finalmente saiu do papel, cerca de quatro anos depois, a cantora cancelou sua participação por conflito de agendas. Após o principal papel masculino ter sido oferecido para atores como Christian Bale, Johnny Depp e Leonardo DiCaprio, Bradley Cooper assinou a participação no projeto como ator, produtor e diretor. A direção do longa-metragem seria assinada por Clint Eastwood, que havia convidado Esperanza Spalding para o papel de Ally. Gaga chegou ao projeto como aposta de Cooper. O casal protagonista deu certo e em três semanas o terceiro remake de “Nasce Uma Estrela” arrecadou mais de US$255 milhões.

Embora Lady Gaga execute seu papel de atriz de maneira satisfatória, Bradley Cooper é quem se sobressai como ator. Apesar do trabalho impactante na interpretação, o artista deixa a desejar em sua primeira direção. Sam Elliott se destaca com a excelente interpretação do irmão e empresário de Jackson, Bobby Maine. A marcante trilha-sonora – executada ao vivo – possui cerca de quinze músicas compostas por Gaga ou por Copper, além de canções conhecidas como “La Vie en Rose”, de Édith Piaf, interpretada por Lady Gaga. “Nasce Uma Estrela” chega aos cinemas para registrar o enorme talento vocal de Gaga e as inúmeras possibilidades como ator de Cooper. Uma merecida consagração, mas que não chega aos pés do gigantesco potencial dos protagonistas.

(Foto: Divulgação)

“Nasce Uma Estrela” está em cartaz na Caixa Belas Artes (Rua da Consolação, 2.423 – Consolação), em São Paulo, todos os dias às 15h, 17h40 e 20h20. Os ingressos custam de R$11,00 (meia) a R$30,00 (inteira) e podem ser encontrados através do site oficial da Caixa Belas Artes. “Nasce Uma Estrela” tem duração de 02h15 e classificação indicativa para maiores de 16 anos. Em cartaz por tempo indeterminado, consulte a programação.