Ney Matogrosso lança DVD “Atento Aos Sinais” com show em São Paulo

NeyTopo

Não é possível definir Ney Matogrosso. Aos 73 anos, o sul mato grossense nascido em Bela Vista (daí o sobrenome artístico que substitui o Souza Pereira registrado em cartório) é tão versátil que chega a ser cruel defini-lo apenas como cantor. Cantor, sim. E de uma voz única, capaz de inebriar plateias gigantescas desde 1973, ano que lançou-se junto ao grupo Secos & Molhados. Seu timbre agudo marcou época e resistiu ao tempo mesmo após mais de 30 discos lançados. A criatividade e a sensibilidade do artista continuam evoluindo em um crescente alarmante, que presenteia a Música Popular Brasileira a cada novo trabalho. Com “Atento Aos Sinais” (2013) não foi diferente. Toda a complexidade e as experiências de Ney – da política ao sexo – estão presentes.

NeyMatéria01

Resultado de um trabalho bem pensado, o show “Atento Aos Sinais” teve a difícil missão de substituir o enorme sucesso “Beijo Bandido” (2009). Completamente diferente, o espetáculo criado em cima do disco não abre espaço às grandes canções que puderam ser ouvidas em sua voz durante sua carreira. “Rosa de Hiroshima”, “Balada do Louco”, “Bandido Coração”, “Bandolero” e “Homem com H” ficaram no passado ou guardadas para algum outro momento. Não há nada parecido, sequer uma citação. Falar, inclusive, não é algo que Ney faça durante o show. É para que o público fique, literalmente, atento aos sinais. Dos mais discretos aos mais bruscos. O provocativo cantor parece dar total liberdade à platéia, mas qualquer movimento que fuja ao ensaiado é repreendido.

NeyMatéria02

Quando se aproxima do público através de uma escada pouco utilizada durante a apresentação, não dá confiança aos admiradores, tornando o momento constrangedor e o objeto dispensável. Ao final, preocupa-se em cumprimentar meia dúzia das centenas de pessoas que se amontoam frente ao palco. A distância que o artista tem com o público chega a surpreender, principalmente se comparado ao fenômeno que movimenta-se sensualmente, sexualmente e fala de amor como ninguém frente aos olhos emocionados da sensível audiência.

>> Mais vídeos do show “Atento Aos Sinais” no canal oficial do Setor VIP no YouTube!

O disco “Atento Aos Sinais” traz 14 faixas, que incluem composições famosas de artistas renomados – Arnaldo Antunes, Lenine e Paulinho da Viola, só para citar alguns – e músicas inéditas. Todas estão presentes no repertório. Os melhores momentos ficam por conta da belíssima canção “A Ilusão da Casa” (2000) e da famosa “Vida Louca Vida” (1987), que apesar da moderna roupagem, foi uma das poucas músicas cantadas pelo público que encheu o Espaço das Américas, no sábado (01), em São Paulo. As canções mais antigas ficaram a cargo de “Amor”, do Secos & Molhados, e “Roendo as Unhas”, de Paulinho da Viola, ambas de 1973. Completam o espetáculo a impecável iluminação assinada por Ney, a talentosa banda, a sensual troca de roupa do protagonista no palco e a explosão de bolhas de sabão no fim da apresentação.

NeyMatéria03

O show de Ney Matogrosso marca o lançamento do DVD “Atento Aos Sinais” gravado na capital paulista no meio do ano. Mais seguro do que nunca, com uma forma física invejável e uma série de intervenções que serviram de referência para grandes nomes no Brasil e no mundo nos últimos anos, Ney mostra-se por inteiro e destaca com calma cada detalhe de sua personalidade forte. Mais que um musical, o espetáculo é uma oportunidade de conferir ao vivo uma das maiores estrelas performáticas da história.

NeyFoot

error: