O amor sem fronteiras de “Elza e Fred”

É paulistano ou costuma passear pela cidade? Então já deve ter se deparado com a frase “existe amor em São Paulo” grafitada em algum muro ou estampada no peito de algum cidadão que desfila orgulhoso a mensagem em sua camiseta. Há quem desacredite na afirmação, embora existam diversas maneiras de confirmar sua veracidade. Uma delas encontra-se no Teatro Folha até o dia 21 de dezembro.

O espetáculo “Elza e Fred” – baseado no longa-metragem argentino “Elsa & Fred” (2005) – vai além da sua função de entreter. Traduzida por Rodrigo Paz, o romance escrito por Marcos Carnevale, Lily Ann Martín e Marcela Geraghty torna-se uma lição de vida. Na história, a agitada Elza vê a possibilidade de transformar a rotina do ranzinza Fred, mostrando a ele a importância de viver intensamente cada dia.

EFTopo

Durante uma hora e vinte minutos, o público se delicia com momentos hilários e se identifica durante as cenas com forte carga dramática. Amor, perda, família, confiança, velhice e superação são apenas alguns dos temas abordados na peça dirigida brilhantemente por Elias Andreato. Cada gesto, cada respiração e cada palavra estão no palco por um motivo, auxiliam e descrevem o desenrolar excitante e emocionante de “Elza e Fred”.

No papel vivido nas telas pela uruguaia China Zorrilla (1922 – 2014), a carioca Suely Franco encanta a plateia com sua atuação impecável e eleva a qualidade do teatro nacional. O paulista Umberto Magnani, por sua vez, interpreta o personagem criado pelo ator espanhol Manuel Alexandre (1917 – 2010). Aplaudidos em cena aberta diversas vezes, o casal da ficção impressiona não pelo talento reconhecido ao longo dos mais de 40 anos de carreira de ambos, mas pela facilidade em arrepiar e fazer pensar seletos grupos de sortudos que optam por assistir ao espetáculo a cada sexta, sábado e domingo.

Assista trechos da comédia romântica “Elza e Fred”:

Destacam-se ainda Luciano Schwab e Igor Dib (respectivamente filho mais novo e médico de Elza), além do pequeno Antonio Aguerre (o neto de Fred, Davi). Completam o elenco Fernando Petelinkar (Gabriel), David Leroy (João), Eduardo Estrela (Paco) e Mayara Magri (Cuca). O cenário simples e perfeitamente adequado ao espaço e os belíssimos figurinos são assinados por Fábio Namatame. A trilha sonora original e parcialmente ao vivo é de Jonatan Harald.

“Elza e Fred” fica em cartaz no Teatro Folha até o dia 21 de dezembro. Sextas, sábados e domingos às 20h, com sessão extra sextas às 17h. Os ingressos custam de R$20 (meia) a R$70 (inteira) e podem ser encontrados no Ingresso.com. Não perca a oportunidade de aprender sobre o melhor da vida enquanto ainda pode aproveitá-la. Imperdível!

EFFoot