“O Homem de La Mancha” retorna aos palcos com participação de Fafá de Belém

(Foto: João Caldas)

Após cerca de 10 meses em cartaz no Teatro do Sesi, o espetáculo “O Homem de La Mancha” (“Man of La Mancha”) retorna aos palcos paulistas para uma nova temporada, dessa vez, no Teatro Alfa. Dirigido e adaptado por Miguel Falabella, o musical mistura a produção original criada em 1964 à história do artista plástico Bispo do Rosário (1909-1989). Apesar de considerado um gênio, o sergipano foi diagnosticado esquizofrênico e passou mais de 50 anos internado na Colônia Juliano Moreira, instituição criada para abrigar doentes psiquiátricos.

Protagonizado pelos excelentes Cleto Baccic (Cervantes / Don Quixote), Sara Sarres (Aldonza / Dulcinéia), Jorge Maya (Sancho) e Guilherme Sant’Ana (Governador), “O Homem de La Mancha” conquistou importantes prêmios nacionais como APCA de Melhor Espetáculo (2014), Aplauso Brasil de Melhor Musical (2014), Guia da Folha de Melhor Musical (2014) e Bibi Ferreira de Melhor Musical (2015). Baseado na história “D. Quixote”, de Miguel de Cervantes (1605), o espetáculo estreou na Broadway em 1965 e levou para casa cinco prêmios Tony.

De volta ao teatro após mais de 40 anos, a participação especial de Fafá de Belém foi determinante para a movimentação de parte do público durante a primeira semana de “O Homem de La Mancha”. “Vocês são fundamentais ao continuar a aplaudir cada peça feita, cada adaptação feita. Esse espetáculo é em cima de uma obra fabulosa de Miguel de Cervantes, mas adaptada pela genialidade de um cara chamado Miguel Falabella”, relembrou arrancando aplausos da plateia. “A loucura do sonho impossível trouxe para dentro do manicômio Juliano Moreira, e a partir da obra de Bispo do Rosário, esse país louco e colorido que é o Brasil. Esses grandes artistas que estão aqui, lutam pelo teatro há muito tempo. O teatro musical brasileiro está engatinhando, mas se vocês prestigiarem, ele vai começar a correr”, disse emocionada durante a última sessão aberta ao público com sua participação. Na próxima quarta-feira (15), Fafá de Belém estará na sessão fechada para convidados.

(Foto: João Caldas)

Com direção musical de Carlos Bauzys, a orquestra de “O Homem de La Mancha” conta com dezoito músicos para a execução de 27 números. A simplicidade do belíssimo cenário assinado por Matt Kinley (criador do visual de musicais como “Mary Poppins” e os revivals de “My Fair Lady” e “Les Misérables” em parceria com Cameron Mackintosh) chama atenção por sua versatilidade; a iluminação desenhada por Drika Matheus conquista o público antes mesmo da peça começar; e os figurinos criados por Claudio Tovar são espetáculos à parte.

Em ordem alfabética, completam o elenco Andre Loddi (Sansão Carrasco), Arízio Magalhães (Barbeiro), Bianca Tadini (Antônia), Brenda Nadler (Ensemble), Carlos Capeletti (Duque), Clarty Galvão (Ensemble), Ditto Leite (Ensemble), Edgar Bustamante (Hospedeiro), Fernando Mariano (Ensemble), Frederico Reuter (Padre), Gabriela Rodrigues (Ensemble), Johnny Camolese (Cigano), Ludmillah Anjos (Criada), Marcelo Góes (Diretor), Mariana Hidemi (Ensemble), Mariana Saraiva (Cigana), Noedja Bacic (Maria), Philipe Azevedo (Anselmo), Rafael Machado (Ensemble), Renato Belini (Ensemble), Rodrigo Garcia (Ensemble), Tony Germano (Ensemble), Ubiracy Paraná do Brasil (Pedro) e Ygor Zago (Ensemble).

(Foto: João Caldas)

“O Homem de La Mancha” está em cartaz no Teatro Alfa (Rua Bento Branco de Andrade Filho, 722 – Santo Amaro), em São Paulo, às quintas (21h), sextas (21h30), sábados (17h e 21h) e domingos (17h). As entradas custam de R$25,00 (meia) a R$190,00 (inteira) e podem ser adquiridos através do site oficial do Ingresso Rápido. “O Homem de La Mancha” tem classificação indicativa para maiores de 10 anos e duração de 120 minutos sem intervalo. O elenco poderá sofrer alterações sem aviso prévio. Inicialmente até 09 de abril. Estrela1 Estrela1 Estrela1