Palau Güell: um pedaço da história no coração de Barcelona

(Foto: Reprodução Internet)

Localizado no El Raval, bairro periférico que compõe o centro histórico de Barcelona, o Palau Güell é considerado um dos primeiros e mais importantes prédios modernistas do mundo. Desenhado por Antoni Gaudí para servir de residência à família Güell y López, o palácio se tornou a primeira grande obra da carreira do arquiteto. Eusebi Güell foi um empresário e político catalão, apreciador das ciências e da arte, e principal cliente e incentivador de Gaudí. A construção teve início em 1886, finalizada apenas em 1890.

Antoni Gaudí possuía liberdade para criar um espaço capaz de acomodar confortavelmente todos os membros da família e atender todas as necessidades de suas vidas particulares, além de idealizar ambientes para receber reuniões políticas e eventos culturais. De importância reconhecida internacionalmente, objeto de estudos e apreciado pelo público geral, o Palau Güell tornou Gaudí uma importante figura da cultura espanhola e um dos mais celebrados artistas do planeta. Após a construção do palácio, o arquiteto criou inúmeras obras para a família Güell y López, incluindo o excêntrico Park Güell.

(Foto: Reprodução Internet)

No meio de ruas bastante apertadas, de construções e comércios simples, se destaca a fachada revestida de pedra e decorada com aplicações de ferro. A entrada principal recepciona o visitante com uma imponente escada central que permite o acesso ao primeiro mezanino, além das rampas para o subsolo, onde se encontravam os estábulos. Eusebi Güell administrava seus negócios nos escritórios presentes no mezanino que, além das inúmeras salas, inclui uma biblioteca.

No andar principal estão os espaços criados para receber os convidados da família, como cômodos privados e salas de jantar. Coberto por uma imponente cúpula, o salão central foi idealizado para receber visitantes ilustres em eventos com leitura de poesia e música. Há um segundo mezanino para uma orquestra. Todo os ambientes são decorados de maneira única e bastante luxuosos. O andar dos quartos e banheiros da família Güell y López, antecede o gigantesco espaço onde criados lavavam as roupas e faziam a comida dos moradores e convidados do palácio.

(Foto: Reprodução Internet)

Último e mais esperado espaço de visitação, o terraço conta com vinte chaminés transformadas em esculturas, semelhantes a árvores. Na decoração, Gaudí usou pela primeira vez o “trencadís” (“quebrado” em português), uma técnica que une fragmentos de cerâmica esmaltada de diversas cores em uma espécie de mosaico, que se transformaria em uma de suas marcas registradas. A alegria das peças contrasta com os ambientes internos do palácio, em sua maioria escuros. Anos depois da criação do Palau Güell, o artista produziu um segundo terraço com chaminés, localizado na Casa Milà, mais conhecido como La Pedrera.

Em 1984, o Palau Güell foi declarado patrimônio da humanidade pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura. Vinte anos depois, o palácio suspendeu as visitações devido aos severos problemas estruturais sofridos ao longo dos anos. Após sete anos em obras, a residência foi reaberta ao público. Desde a restauração, o Palau Güell funciona normalmente, recebendo centenas de visitantes todos os dias.

(Foto: Reprodução Internet)

O Palau Güell está localizado na Carrer Nou de la Rambla, 03 – El Raval, em Barcelona, na Espanha. As estações de metrô mais próximas são a Liceu e a Drassanes na linha 3. O palácio abre de terça a domingo, exceto dias 01 e 06 de janeiro e nos dias 25 e 26 de dezembro. O funcionamento é interrompido durante toda a terceira semana de janeiro para manutenção anual. Abre às segundas-feiras apenas em feriados.

No verão, o horário de funcionamento é das 10h às 20h. No inverno, a visitação finaliza às 17h30. A entrada se encerra uma hora antes do fechamento. Os ingressos custam 12€ (cerca de R$52,00) e incluem áudio-guia. Há uma série de eventos especiais, incluindo uma visitação noturna. Confira a programação no site oficial do Palau Güell. As entradas podem ser adquiridas no portal e na bilheteria, localizada no mesmo quarteirão da residência.