Para cantar junto: música nacional embala a divertida festa Gambiarra

Gambiarra-A-Festa-na-The-Week-em-Sao-Paulo

A diversão tem dia e hora para começar, mas não para acabar. Foi assim que nasceu a Gambiarra. Em março de 2008, a festa organizada por atores e apaixonados por teatro, atraía principalmente a classe artística. Sete anos depois, a marca cresceu, o público se expandiu e a alegria se espalhou por todo o Brasil. O que era privilégio de São Paulo, é patrimônio nacional faz tempo!

E engana-se quem pensa que só a classe teatral brasileira é homenageada na farra. A música nacional divide os holofotes com convidados especiais. Só para ter uma ideia, personalidades como Malvino Salvador, Luana Piovani, Vladimir Brichta, Denise Fraga, Marcelo Serrado e Fernanda Souza passaram pelas pick-ups da festa para animar o público que canta e dança o tempo inteiro.

Nos espelhos – tanto das pistas, quanto dos banheiros, estão dezenas de trechos das mais populares canções, aquelas que sempre estiveram e permanecem até hoje no imaginário brasileiro. Só de ler um pedacinho, é possível completar o resto. É por essas músicas que é formado o repertório da Gambiarra. Os clássicos “Não Quero Dinheiro” (Tim Maia), “Evidências” (Chitãozinho e Xororó) e “Toda Forma de Amor” (Lulu Santos), misturam-se às divertidas “Vâmo Pulá” (Sandy e Junior), “Ragatanga” (Rouge) e “Xibom Bombom” (As Meninas) e aos relativamente atuais “Não Me Deixe Só” (Vanessa da Mata), “Oração” (A Banda Mais Bonita da Cidade) e “Simples Desejo” (Luciana Mello). Assim mesmo, bem eclético.

A intenção é que o público se divirta e cante junto, afinal, é difícil encontrar alguém que não saiba as letras de cor. Dezenas de frases que tornaram-se virais na internet espalham-se pelo espaço. De “Você é destruidora mesmo” a “Segura esse forninho”. Algumas delas estão em forma de cartazes. Faz parte da decoração que interage com o público. É possível encontrar pela festa pontos especialmente decorados para tirar fotos, além do cenário característico de cada data e de algumas surpresas, como brindes ou participações especiais.

Formado por Ney Aguiar (violino), Keder Cândido (viola) e Júlio Pelloso (cello), o Trio Titanium foi um dos convidados da Gambiarra no mês de agosto. Acompanhados pelo DJ Ramilson Maia, os artistas fizeram uma apresentação onde misturavam música clássica à sucessos internacionais. Além de Ramilson, o time de profissionais conta com nomes como Evelyn Cristina, Miro Rizzo, Taiguara Chagas, Fabio Ock, Trovão e Madzoo.

Na capital paulista, a balada acontece todos os domingos no Open Bar Club, uma casa intimista localizada no coração de Pinheiros. Em determinadas sextas-feiras e em alguns feriados, a festa é recebida pela confortável The Week, na Lapa. Campinas, Sorocaba, Taubaté, Belo Horizonte, Salvador, Brasília e Rio de Janeiro são algumas das cidades que normalmente recebem a turma. Para informações sobre datas, locais e compra antecipada de ingressos, acesse o site oficial da farra. É impossível prever no que a Gambiarra transformará sua noite, a única certeza é que o respeito e a diversão farão parte dela do começo ao fim.