Parada Gay é marcada por animação e talento de Daniela Mercury

(Foto: Cíntia Carvalho / Setor VIP)

Com patrocínio da Skol e da Uber, a 21ª edição da Parada do Orgulho LGBT de São Paulo aconteceu no último domingo (18), na Avenida Paulista. Entre as atrações principais estava a homenagem à cantora Anitta – que cantou meia dúzia de seus maiores sucessos – e as participações de Pabllo Vittar e Naiara Azevedo. “Divinas Divas”, documentário produzido e dirigido por Leandra Leal, se destacou ao trazer para a avenida a atriz e a travesti Eloína dos Leopardos, uma das oito artistas retratadas no filme, em cartaz a partir de hoje.

Embora a data tenha sido marcada por diversas atrações, Daniela Mercury conquistou as cerca de três milhões de pessoas que passaram pelo circuito paulista. Extremamente à vontade, a cantora interpretou canções como “Maimbê Dandá”, “Pérola Negra” e “Swing da Cor”. Em frente ao MASP, espaço onde fez sua primeira apresentação na capital paulista há 25 anos, a artista relembrou o sucesso “O Canto da Cidade”. Embaixadora da UNICEF e do Instituto Ayrton Senna, Daniela estrelou a primeira campanha mundial da ONU contra a homofobia, em 2014.

>> Estado Laico é tema da próxima Parada do Orgulho LGBT de São Paulo

>> Daniela Mercury comanda carnaval fora de época com bloco “Crocodilo”

(Foto: Cíntia Carvalho / Setor VIP)

(Foto: Cíntia Carvalho / Setor VIP)

(Foto: Cíntia Carvalho / Setor VIP)