Paralamas comemoram 30 anos de sucesso com Tim Maia e Legião Urbana

COLABORAÇÃO: Edson Bortolotte

A noite fria e chuvosa de São Paulo não prejudicou a festa. Com uma sólida carreira e um extenso repertório de hits populares, a banda Os Paralamas do Sucesso se apresentou na última sexta-feira (14), no Citibank Hall, em São Paulo. Liderado por Herbert Viana, o trio celebra três décadas com a turnê baseada no mais recente trabalho, “Multishow Ao Vivo: Os Paralamas do Sucesso 30 Anos” (2013), gravado no Rio de Janeiro.

O espetáculo é composto por 30 das mais famosas canções da banda, tornando o show uma breve retrospectiva da extensa carreira dos cariocas. Com mais de 15 álbuns lançados, o Paralamas coleciona sucessos, resultado de trabalhos bem-sucedidos como “O Passo do Lui” (1984), “Selvagem?” (1986), “Vamo Batê Lata” (1995), “9 Luas” (1996) e “Acústico MTV” (1999).

Fotos: Cíntia Carvalho

Fotos: Cíntia Carvalho

Durante o decorrer da apresentação, imagens de Viana e seus companheiros Bi Ribeiro e João Barone, resumem a emocionante jornada responsável por tornar Os Paralamas do Sucesso um dos mais importantes grupos de rock nacional. Importantes parceiros como Marisa Monte e Titãs – as bandas gravaram um álbum juntos em 2008 – são relembrados e cada canção tem seu nome e ano de criação mencionados.

Ao final do espetáculo, a sensação foi a de que nenhuma faixa essencial ficou fora do cuidadoso setlist, desenvolvido com o intuito de recordar cada momento da trajetória da banda. “Ela Disse Adeus”, “Uma Brasileira”, “Aonde Quer Que Eu Vá”, “Lourinha Bombril”, “Vital e Sua Moto”, “Alagados”, “Óculos”, “Lanterna dos Afogados” e “Meu Erro” foram algumas das que mais animaram os fãs e o público presente.


Característica marcante para quem conhece Os Paralamas do Sucesso, os covers não ficaram de fora e se encaixaram perfeitamente ao repertório. A ilustre canção de Tim Maia, “Você” – gravada oficialmente pela banda no álbum de 1986 -, parece ter sido feita sob medida para a voz do vocalista e a protestante “Que País é Esse?”, da Legião Urbana, foi recebida com clamor.

Renato Russo – líder da Legião – e Tim Maia foram alguns dos poucos compositores que a banda gravou durante os 30 anos de carreira. Lulu Santos, Gilberto Gil, Jorge Ben, Tom Zé, Alceu Valença, Chico Science, Carlinhos Brown e Chico Buarque fazem parte do seleto time que participou da história do trio. A maior parte das centenas de canções do Paralamas tiveram suas letras e músicas criadas pelo talentoso Viana.

Fotos: Cíntia Carvalho

Fotos: Cíntia Carvalho

Apesar do espaço remanescente na pista, o palco, no entanto, foi preenchido como por uma multidão com a animação do trio. Atrás de uma muralha de metais, Barone executou com maestria sua função na bateria, enquanto Bi e Herbert o completavam nas cordas e no vocal. Respeitados por ser um caso raro de banda que mantém sua formação original*, Os Paralamas do Sucesso ganharam reforço com o tecladista João Fera e a dupla de sopros, Bidu Cordeiro e Monteiro Júnior.

*O baterista Vital Dias fez parte do trio de 1977 a 1982. O primeiro álbum dos Paralamas, “Cine Mudo” (1983), foi gravado com Barone, por isso a formação é considerada original e a turnê comemora 30 anos contados à partir do disco de estreia e não da criação da banda.