Passado, presente e futuro constroem “Planeta dos Macacos: O Confronto”

ConfrontoTopo

Acaba de chegar às lojas, o DVD e o Blu-Ray de “Planeta dos Macacos: O Confronto” (2014), a continuação do filme “Planeta dos Macacos: A Origem” (2011). A clássica saga cinematográfica que teve início em 1968 com o longa “O Planeta dos Macacos” fez tanto sucesso que ganhou quatro continuações: “De Volta ao Planeta dos Macacos” (1970), “Fuga do Planeta dos Macacos” (1971), “A Conquista do Planeta dos Macacos” (1972) e “A Batalha do Planeta dos Macacos” (1973). A refilmagem do original de 68 em 2001, trouxe à tona a ideia de contar histórias diferentes, respeitando sempre a temática humanos x macacos.

ConfrontoMatéria01

Na abertura de “Planeta dos Macacos: O Confronto”, um resumo sobre o acontecido na produção de 2011 situa o espectador que não acompanhou a história anterior. E não é necessário tê-la visto. “O Confronto” tem começo, meio e fim e nenhum personagem traz qualquer acontecimento do passado para o presente, para que seja necessário o conhecimento da aventura. James Franco (Will em “A Origem”) aparece rapidamente em imagens gravadas para o primeiro filme. Em determinado momento, dá-se a entender que o personagem de Franco morreu, já que o ator não participou do longa-metragem atual por ter pedido um cachê alto demais. Durante a síntese, até o presidente americano Obama entra na dança.

Um vírus criado em laboratório e testado em macacos se espalha pelo mundo matando milhões de pessoas e modificando geneticamente os animais. Os sobreviventes imunes descobrem em uma represa – moradia de centenas de macacos -, a fonte de energia necessária para conectar-se com outros países e reconstruírem suas vidas a partir do contato com outros seres humanos.

Confira o trailer de “Planeta dos Macacos: O Confronto”:

Além do roteiro de prender a respiração escrito por Rick Jaffa (“Olho Por Olho”), Amanda Silver (“A Mão que Balança o Berço”) e Mark Bomback (“Wolverine: Imortal”), “Planeta dos Macacos: O Confronto” tem uma série de pontos positivos como a trilha-sonora e o cenário. Os espaços tomados pelos macacos lembram algumas das locações da trilogia “O Senhor dos Anéis”. As referências à cidade de São Francisco misturam-se com detalhes que remetem ao passado. Apesar da destruição, os bondes, as ladeiras, a Golden Gate, as estações de trem (Bay Area Rapid Transit) e até o tradicional posto 76, se confundem com antigos casarões e dezenas de varais que atravessam as ruas de um lado para o outro e ajudam a propagar o clima de bairro boêmio e do bom convívio entre os moradores vizinhos. Outro exemplo da mistura do antigo com o novo pode ser notado quando os personagens principais se emocionam ao ouvir a canção “The Weight”, do grupo canadense The Band, de 1968, enquanto um dos personagens lê a edição de “Black Hole”, quadrinho de Charles Burns, lançada em 2005 e sucesso de vendas até hoje.

ConfrontoMatéria02

A aventura poderia ser considerada uma animação. Apesar da qualidade do trabalho que transmite uma veracidade que impressiona, grande parte do filme foi criado digitalmente. Macacos, cavalos, ursos e todas as cenas de maior efeito contam com modernas ferramentas de criação.

Mesmo com conteúdo violento – a disputa dos dois mundos é baseada em ameaça e força, como se não fosse possível seres diferentes viverem em paz e harmonia – o longa toca pelo cuidado em retratar animais como seres inteligentes – licença poética exagerada, já que os animais falam e usam armas – e pela mensagem de respeito e confiança mostrada a partir de certo momento do filme. A conclusão após muitos tiros, explosões e mortes é que a liderança é fundamental para o controle e organização de uma sociedade. O final deixa aberta a possibilidade de um novo filme, que está em fase de pré-produção e deve ser lançado em julho de 2016.

ConfrontoFoot

A versão em Blu-Ray – sempre mais completa que as versões em DVD – traz como bônus as cenas excluídas, trailers, uma galeria de fotos e o filme comentado, além dos documentários “A Jornada até O Confronto”, “Andy Serkis: Redescobrindo César”, “Humanos e Macacos: O Elenco de O Confronto”, “O Mundo de O Confronto”, “A Comunidade Símia”, “Mover-se Como um Macaco: O Meio do Artista”, “A Weta e O Confronto”, “A Luta Pelo Recomeço” e “Espiadinha em Êxodo: Deuses e Reis”.

“Planeta dos Macacos: O Confronto” foi dirigido por Matt Reeves e tem Andy Serkis (César), Jason Clarke (Malcolm), Gary Oldman (Dreyfus), Keri Russell (Ellie), Toby Kebbell (Koba), Kodi Smit-McPhee (Alexander), Judy Greer (Cornelia) e Jocko Sims (Werner) no elenco.