“Peter Pan” estreia com desempenho impecável de Mateus Ribeiro e Daniel Boaventura

(Foto: Cíntia Carvalho / Setor VIP)

Primeira adaptação nacional do musical criado em 1954, “Peter Pan” estreou na última quinta-feira (08) em São Paulo. A montagem original chegou ao Winter Garden Theatre, em Nova York, cerca de um ano após o lançamento da animação dos estúdios Disney. A obra venceu três prêmios Tony: Melhor Atriz para Mary Martin pelo papel de Peter Pan, Melhor Ator para Cyril Ritchard pelo papel de Capitão Gancho/Sr. Darling e Melhor Cenário para Richard Rodda. Todas as remontagens subsequentes concorreram ao Tony de Melhor Atriz para as intérpretes de Peter Pan (Sandy Duncan, em 1980, e Cathy Rigby, em 1991), além da categoria Melhor Revival. Em resumo, nenhuma montagem do musical passou despercebida. E no Brasil não seria diferente.

Protagonizado pela primeira vez por um artista do sexo masculino, o espetáculo presenteia o público com a inesquecível performance de Mateus Ribeiro como Peter Pan. Mesmo que demonstre extraordinária segurança e indiscutível graça ao executar os diversos e encantadores vôos de seu personagem, o ator prova seu talento com os pés no chão. Em cenas como “Não Vou Crescer” e “Uga Uga”, Mateus impressiona com a qualidade e a precisão de seus movimentos cênicos, além de sua incontestável aptidão para o canto. Peter Pan é o primeiro protagonista do artista que participou de diversos musicais durante sua carreira, incluindo “Cabaret” (2011), “Chacrinha” (2014), “Meu Amigo Charlie Brown” (2016) e “2 Filhos de Francisco” (2017).

(Fotos: Cíntia Carvalho / Setor VIP)

Daniel Boaventura comprova sua incomparável habilidade para a música e para as artes cênicas ao interpretar os papéis de Sr. Darling e do temido Capitão Gancho. Extremamente à vontade, o artista conduz o espetáculo de maneira brilhante. Com total controle de seu alcance vocal, Daniel brinca com suas notas musicais e contagia a plateia com a naturalidade que realiza os inúmeros momentos cômicos do vilão, principalmente durante a canção “A Valsa do Capitão Gancho”. Coprodutor de “Peter Pan”, o ator retorna aos musicais após cinco anos. Daniel Boaventura possui no currículo espetáculos como “A Bela e a Fera” (2002), “Chicago” (2004), “My Fair Lady” (2006), “Evita” (2011) e “A Família Addams” (2012).

Os grandes destaques femininos de “Peter Pan” ficam a cargo das atrizes Bianca Tadini e Carol Botelho. Intérprete de Wendy Darling (e responsável pela tradução do texto ao lado de Luciano Andrey), Bianca Tadini encanta o público com sua belíssima voz e doce interpretação da disciplinada menina. De beleza exuberante, Carol Botelho interpreta a empolgante Tiger Lily, princesa da tribo Piccaninny, comunidade indígena responsável por proteger a Terra do Nunca.
Mais de vinte atores, cantores e bailarinos completam o excelente elenco do musical “Peter Pan”. Na apresentação de estreia, os artistas foram aplaudidos de pé em cena aberta, pelos mais de mil espectadores que lotaram o Teatro Alfa.

>> Mais vídeos exclusivos no canal oficial do Setor VIP no YouTube!

Com direção geral de José Possi Neto, “Peter Pan” arrebata a plateia com os grandiosos cenários de Renato Theobaldo e do cenógrafo associado Beto Rolnik. Destaque para a exuberante entrada do navio pirata comandado pelo Capitão Gancho e com exceção da dispensável cena das sereias. As animadas e bem executadas coreografias de Alonso Barros (“Uga Uga” é um dos mais impactantes números do musical) evidenciam os figurinos magníficos assinados por Thanara Shonardie. Não há como não perceber o trabalho minucioso da artista em transformar as peças em verdadeiras obras de arte, principalmente para a tribo indígena e os personagens Peter Pan e Capitão Gancho. A direção musical é assinada por Carlos Bauzys.

(Foto: Cíntia Carvalho / Setor VIP)

“Peter Pan – O Musical da Broadway” está em cartaz no Teatro Alfa (Rua Bento Branco de Andrade Filho, 722 – Santo Amaro), em São Paulo, quintas (20h30), sextas (20h30), sábados (16h e 20h) e domingos (17h). As entradas custam de R$25,00 (meia) a R$210,00 (inteira) e podem ser adquiridas através do site oficial do Ingresso Rápido. O espetáculo tem duração de 140 minutos, incluindo um intervalo de 15 minutos, e classificação indicativa livre. Nos dias 23, 25 e 29 de março; 11, 12, 23 a 27 de maio o Capitão Gancho será interpretado por Patrick Amstalden. Nos dias 20, 21 e 22 de abril não haverá espetáculo. Até julho de 2018. Estrela1 Estrela1 Estrela1 Estrela1