Por dentro do surpreendente Rose. Rabbit. Lie. em Las Vegas

(Foto: Divulgação)

(Foto: Divulgação)

O hotel The Cosmopolitan, em Las Vegas, já é por si só surpreendente. É difícil não se surpreender com a arquitetura moderna e com a mistura de objetos que decoram os principais ambientes do empreendimento. Localizado no segundo andar da Torre Oeste, o bar e restaurante Rose. Rabbit. Lie. (Rosa. Coelho. Mentira., em tradução literal) não tem uma entrada grandiosa, nem as grandes filas que chamam a atenção do público que passeia pela Strip, pelo contrário, o espaço é difícil de ser encontrado, mas tampouco fica vazio. O Rose. Rabbit. Lie. é um dos restaurantes “tem que ver” de Las Vegas. É diferente de tudo o que existe por aí e, por isso, precisa ser reservado com antecedência. O público que resolve conferi-lo de última hora é bem vindo, mas pode amargar algumas horas na fila de espera.

O espaço é dividido em três ambientes: The Library (A Livraria), The Study (O Estúdio) e The Music Room (A Sala de Música). A primeira sala é o restaurante, onde é possível reservar mesas e jantar com certa tranquilidade. Os outros ambientes são bares com música e apresentações diversas ao vivo, no melhor estilo popular-jazz americano. Enquanto a banda toca algumas das canções mais atraentes do repertório da música mundial (em versões que remetem ao gênero), cantores como Mikalah Gordon, do American Idol, se alternam com sapateadores, por exemplo. O talento dos artistas que participam dos números é contagiante. Em determinados momentos, as paredes que separam os ambientes são erguidas e todos os espaços participam da apresentação. Para manter o clima intimista, as paredes voltam a dividir os ambientes e os cantores fazem números únicos em cada uma das salas.

(Foto: Divulgação)

(Foto: Divulgação)

Inspirado nos social clubs do passado, o espaço oferece shows com participações de artistas diferentes a cada noite, além das surpresas propostas pela arquitetura e pela moderna iluminação, fazendo de cada noite uma experiência única, principal intenção do Rose. Rabbit. Lie. A decoração possui centenas de objetos, a maioria deles inspirados em clássicos expostos em museus pelo mundo. A mistura do antigo com os canhões de luz e com o som de alta qualidade, transportam o consumidor para uma cena de um extraordinário, caótico e inesquecível filme dos anos 50.

É necessário um paladar apurado para aproveitar o específico menu do restaurante. Há saladas, frutos do mar, pratos quentes e, como o próprio estabelecimento se refere, “pearls for a spoon”. Diversos tipos de caviar e de ostras são o grande destaque do cardápio. O prato mais caro do menu é o Russian Osetra Caviar por US$ 5054, mas serve um grupo de pessoas. O Whole Roasted Giant Alaskan Red King Crab (uma espécie de lagosta) é o prato individual de maior valor: US$ 1200. Mas não se assuste, a cerveja mais barata custa US$ 10 e os drinks se iniciam em US$ 16. As bebidas, aliás, são praticamente todas criadas com exclusividade para o Rose. Rabbit. Lie. e apenas duas ou três fazem parte do menu de cada ambiente. Entradas são encontradas a partir de US$ 4. Há opções para todos os bolsos e todos os gostos, inclusive para vegetarianos.

>> Buddy Valastro: “Cozinhar e comer favorecem a conversa e o riso”

>> As escolhas sustentáveis da lanchonete Burger Lounge

(Foto: Divulgação)

(Foto: Divulgação)

O Rose. Rabbit. Lie. se localiza no The Cosmopolitan (3708 S. Las Vegas Blvd., Las Vegas, NV). Quartas e quintas, das 18h às 00h, e sextas e sábados, das 18h à 1h. Aos domingos, segundas e terças, o restaurante abre apenas para eventos especiais. Consulte a programação e faça a reserva antecipada através do site oficial do restaurante.