Rap nacional é celebrado em lançamento de Racionais MC’s

COLABORAÇÃO: Edson Bortolotte.

O dia 20 de dezembro de 2014 será lembrado pela celebração do rap nacional. Na data, o grupo Racionais MC’s comemorou o lançamento do esperado álbum “Cores e Valores” (2014), no Espaço das Américas, em São Paulo, acompanhado de grandes parceiros do gênero musical.

Longe dos estúdios desde “Nada Como Um Dia Após o Outro” (2002), “Cores e Valores” vem para extinguir o hiato de 12 anos sem um disco de canções inéditas. O antecessor à novidade, “1000 Trutas, 1000 Tretas” (2006), foi gravado ao vivo e resultou no único DVD da banda.

Foto: Lucas Lima

Foto: Lucas Lima

Uma série de atrações animou a plateia antes do show principal. Os paulistas do grupo Obstinados se apresentaram enquanto o público enchia a casa, seguidos pelo rapper membro do extinto grupo de 509-E, Dexter. A grande presença da noite ficou por conta de Negra Li. Cantando grandes sucessos como “Você Vai Estar Na Minha” e “Guerreiro, Guerreira”, a artista chamou a atenção dos presentes: “Vocês realmente acham que me vendi e que não sei fazer mais rap? Faço rap porque está no sangue!”, disse antes do cover de “Rap é Compromisso”, do Sabotage (1973 – 2003). Antes de se despedir, a cantora homenageou o grupo RZO, onde começou sua carreira.

Foto: Lucas Lima

Foto: Lucas Lima

Em um misto de peça teatral com espetáculo musical, as cortinas revelam um cenário grandioso, incomum em apresentações do gênero. Uma muralha com grandes portões de ferro, torres de vigilância e arame farpado imita uma prisão. No segundo andar do prédio cenográfico, três DJ’s acompanhavam a banda. Como em um espetáculo de dança, diversos artistas vestidos com roupas de coletores de lixo, empunhando armas e mascarados como na capa do disco, recebem em sintonia Mano Brown, Edi Rock, Ice Blue e o DJ KL Jay, integrantes do Racionais MC’s.

Vestindo coletes à prova de balas, o grupo mostrou a maioria das canções de “Cores e Valores”, incluindo “Somos o Que Somos”, “O Mal e o Bem”, “Eu Compro”, “A Praça”, “Você me Deve”, “Preto Zica” e “Quanto Vale o Show?” na primeira parte da apresentação. Apesar de terem todas as letras na ponta da língua, os fãs respiraram aliviados quando músicas consagradas como “Negro Drama”, “Vida Loka Parte 1”, “Vida Loka Parte 2” e “Artigo 157” entraram no repertório. Para delírio do público, a música que abriu portas para o grupo e fez sucesso em bailes da época e em todos as emissoras de rádio do estilo, “Um Homem na Estrada”, foi cantada em coro e emocionou o grupo.

Foto: Lucas Lima

Foto: Lucas Lima

Completando 25 anos de estrada, o grupo que se uniu em 1988 transformou a apresentação em uma celebração que foi além do lançamento do novo disco. A festa do Racionais MC’s comemorou a cena e as conquistas do hip-hop e do rap nacional. “Obrigado, São Paulo! Agora vou para minha quebrada”, disse Mano Brown antes do fim. “Tamo junto até o final, até o fim da Marginal”, brincou.

O Racionais MC’s apresenta-se no dia 16 de janeiro em Belo Horizonte (MG), 17 de janeiro no Rio de Janeiro (RJ), 24 de janeiro em Fortaleza (CE) e 31 de janeiro em Ribeirão Preto (SP). Mais informações através do site oficial do grupo.