“Senhora dos Afogados” chega aos palcos protagonizada por Rafael Vitti

(Foto: Cíntia Carvalho / Setor VIP)

Nelson Rodrigues (1912-1980) se consagrou como um dos mais importantes dramaturgos brasileiros após tornar populares obras consideradas imorais à época, como “Anjo Negro” (1947), “Dorotéia” (1949) e “A Falecida” (1953). Quinto espetáculo do autor, “Senhora dos Afogados” foi escrito em 1947. Interditado pela censura, o texto conseguiu liberação para ser encenado apenas em 1953. Um ano depois estreou no Teatro Municipal do Rio de Janeiro sob a direção de Bibi Ferreira e apresentando ao público Nathalia Timberg, como a protagonista Dona Eduarda. Mais de 60 anos após sua conturbada estreia, “Senhora dos Afogados” chega ao Teatro Porto Seguro, em São Paulo, apontada como uma das mais impressionantes obras do teatro nacional.

(Foto: Cíntia Carvalho / Setor VIP)

Dona Eduarda (Alexia Dechamps) chora a perda de Clarinha, segunda filha morta por afogamento na família Drummond, linhagem orgulhosa pela reputação de suas mulheres, que se mantém fiéis aos maridos há três séculos. Filha mais velha de Dona Eduarda e Misael (Joao Vitti), Moema (Karen Junqueira) tece um plano para que a mãe traia seu pai com o próprio noivo (Rafael Vitti), se tornando então a única mulher da casa. No dia em que o casal comemora 19 anos de casado, as prostitutas do cais do porto interrompem suas atividades para lamentar a impunidade do assassinato de uma companheira que morrera na mesma data. Em meio ao pranto das prostitutas e aos problemas de sua família, Paulo (Letícia Birkheuer) busca pelo mar o corpo de Clarinha.

Com direção de Jorge Farjalla (que recentemente dirigiu “Dorotéia”, protagonizada por Rosamaria Murtinho e Letícia Spiller), “Senhora dos Afogados” surpreende pela contemporaneidade do texto e pela riqueza das características de seus personagens. Alexia Dechamps conquista um merecido espaço de destaque ao interpretar de maneira marcante a complexa Dona Eduarda. A beleza e o talento de Karen Junqueira, somam à espetacular e doentia personagem Moema. Recente protagonista da novela “Rock Story” (2016), da Rede Globo, Rafael Vitti demonstra segurança e visível evolução como ator no papel do noivo. Joao Vitti, Letícia Birkheuer, Nadia Bambirra, Du Machado e Jaqueline Farias completam o harmônico e habilidoso elenco.

>> Mais vídeos exclusivos no canal oficial do Setor VIP no YouTube!

Formado basicamente por um farol marítimo (que tem partes de sua estrutura utilizadas para apoio de cenas específicas), a cenografia de José Dias é praticamente inexistente, principalmente se comparada à riqueza dos figurinos assinados por Jorge Farjalla e Ana Castilho. A principal estrutura cênica é responsável por destacar a melhor parte do desenho de luz de Jacson Inácio e Vladimir Freire, que durante dois ou três momentos do espetáculo funciona como um farol de verdade. Com direção musical e trilha sonora original de João Paulo Mendonça e desenho de som assinado por Bruno dos Reis, “Senhora dos Afogados” apresenta uma das mais bem executadas sonorizações em espetáculos teatrais da atualidade.

>> Nathalia Timberg: “O público diz que ama, mas na verdade não entende as peças”

>> Rosamaria Murtinho comemora 60 anos de carreira ao lado de Letícia Spiller

(Foto: Cíntia Carvalho / Setor VIP)

“Senhora dos Afogados” está em cartaz no Teatro Porto Seguro (Al. Barão de Piracicaba, 740 – Campos Elíseos), em São Paulo, sextas (21h), sábados (21h) e domingos (19h). As entradas custam de R$35,00 (meia) a R$90,00 (inteira) e podem ser adquiridas através do site oficial da Tudus. “Senhora dos Afogados” tem duração de 90 minutos e classificação indicativa para maiores de 16 anos. Até 29 de abril. Estrela1 Estrela1 Estrela1