Speranza: um pedaço saboroso de Nápoles no coração de São Paulo

Em 1958, Dona Speranza e Seu Francesco deixaram a cidade de Nápoles, na Itália, com dois filhos à tiracolo, algumas receitas na mala e muita expectativa. Desembarcaram no Porto de Santos e acabaram em São Paulo. Depois de algum tempo, se instalaram em um imóvel simples na Rua Treze de Maio, no tradicional bairro Bixiga. O número 1004, que acolheu os italianos e presenciou o crescimento e o desenvolvimento da linhagem Tarallo, permanece na família. “Meus avós vieram em busca de uma vida melhor. As condições na Itália, 11 anos após a Segunda Guerra Mundial, ainda eram muito difíceis. Meu avô veio com o sonho de trabalhar na construção de Brasília, mas nunca chegou na cidade”, conta Paola Tarallo Altieri, sócia proprietária da Cantina e Pizzaria Speranza. “Começaram a fazer pizzas e algumas massas. Seria uma situação passageira, mas logo conquistaram o gosto das pessoas”, afirma.

(Foto: Setor VIP / Cíntia Carvalho)

(Foto: Setor VIP / Cíntia Carvalho)

Paola é uma dos quatro descendentes de Antonio Tarallo, uma das crianças que seus avós trouxeram da Itália. Os irmãos são os atuais proprietários da pizzaria, ou seja, não há sócios investidores. A empresa fundada por seus antepassados, permanece como um negócio de família. “Eu e meus irmãos sentimos muita saudade de nossos avós, em especial da nonna Speranza, porque convivemos muito mais tempo com ela. Meu avô, Francesco, faleceu muito antes, ainda nos anos 60, mas minha avó esteve conosco até chegarmos à fase adulta”, conta. “E sentimos muita falta mesmo do nosso pai, que faleceu em 2006 e que sempre foi a nossa referência para tudo. Nós quatro nascemos na cantina e sempre moramos no negócio. Nossa infância era brincando sob as mesas do restaurante, sentindo o cheirinho do molho de tomates da minha avó, do qual éramos sempre os primeiros a provar, com pão italiano”, relembra.

A matriz da Speranza se localiza no mesmo imóvel em que os irmãos nasceram e foram criados. “Gosto muito da sala reservada no piso superior, que tem lustres que fizemos sob encomenda com xícaras de chá antigas. Era naquele espaço que era o quarto dos meus pais e o meu com minhas irmãs, na nossa infância”, destaca Paola. O local, modificado com o tempo para atender a demanda de clientes, possui inúmeras lembranças da vida da família. Fotos, quadros, reportagens e, para os mais próximos, dezenas de memórias transformam o empreendimento em um museu, no melhor sentido da palavra. Quem conhece pelo menos um pouquinho da história dos fundadores, é capaz de se emocionar. “Na nossa unidade em Moema, adoro o espaço da praça com a fonte, pois me remete muito aos jardins da Itália”, completa sobre a unidade que Speranza e Antonio fundaram em 1979. Além dos restaurantes, a pizzaria possui uma terceira unidade, apenas com o serviço de entrega.

(Foto: Setor VIP / Cíntia Carvalho)

(Foto: Setor VIP / Cíntia Carvalho)

“Minha família trouxe para o Brasil a pizza Margherita e o Tortano, o genuíno pão de linguiça de Nápoles”, comemora. As receitas que atravessaram o oceano Atlântico são um grande orgulho para o clã. Alguns dos pratos preferidos dos brasileiros chegaram ao país pelas mãos da família Tarallo, que faz a pizza do jeito napolitano até hoje. “Temos muitos pratos de cantina que sempre são reverenciados pelos nossos clientes, como o Filé alla Parmegiana e a Pastiera di Grano, uma torta doce típica da Itália”, ressalta Paola, afirmando que a sobremesa era, ao lado da pizza Margherita, as receitas favoritas de seu pai. “Entre os vários pratos que minha avó adorava, destaco o ravioli di ricota com molho ao sugo e a pizza calzone de ricota”, relembra evidenciando que todas as receitas são da família.

Apesar de conservar o conceito trazido e difundido pelos avós, a família Tarallo acompanha as tendências do mercado. “Incorporamos a pizza sem glúten ao cardápio há cerca de um ano. Ressalto que a nossa receita não é indicada para celíacos, mas sim para quem quer tirar o glúten da dieta por opção. Ela é feita da mesma maneira que as nossas pizzas tradicionais, que são a nossa marca”, explica. “Chegamos a introduzir alguns sabores de pizzas que são, digamos, mais contemporâneos, com ingredientes como cogumelos, catupiry, brócolis, entre outros. No entanto, a massa da pizza, o molho, o jeito de fazer e de assar é exatamente o mesmo, porque é nessa pizzas que acreditamos. É esse tipo de pizza que meus avós trouxeram para o Brasil. Não vamos mudar esse patrimônio”, diz antes de destacar que admira a culinária do sul da Itália e que tem como lugares preferidos a região de Amalfi e a Ilha de Ísquia.

(Foto: Setor VIP / Cíntia Carvalho)

(Foto: Setor VIP / Cíntia Carvalho)

“Tivemos momentos conturbados, especialmente quando fizemos as grandes reformas nas nossas unidades – primeiro na de Moema, que contou com uma ampliação de espaço, entre 2004 e 2005 – e depois na do Bixiga, há cerca de 5 anos”, conta. “Foram obras que exigiram investimento, de tempo e de dinheiro, e essas coisas são sempre desafiadoras, ainda mais para empresas como a nossa, com capital próprio. Mas tudo ocorreu dentro do que planejamos”, afirma quando questionada sobre os diversos momentos em que a economia do Brasil passou por problemas. “Há momentos em que a situação do país reflete em queda de movimento temporária, mas nunca tivemos um momento tão preocupante. Sempre trabalhamos a imagem da casa, a qualidade do que servimos, e nossos clientes reconhecem isso”, declara.

A empresária conta que o pai preparou a família para cuidar dos negócios desde cedo e que, tanto ele, quanto a avó Speranza, conseguiram curtir o sucesso do empreendimento. “Trabalhamos desde cedo na cantina, em diferentes funções, e criamos um laço muito forte, que transcende o familiar”, afirma sobre cuidar do restaurante ao lado dos irmãos. “Posso dizer com toda certeza que a vida de minha avó e do meu pai melhorou muito aqui no Brasil. Eles conseguiram construir um negócio sólido, com o qual a família trabalha até hoje”, orgulha-se. “Vimos nosso pai e nossa avó trabalharem muito e sempre estivemos perto, acho que por isso o trabalho para nós é algo tão natural, que faz parte do nosso dia a dia”, conclui.

(Foto: Setor VIP / Cíntia Carvalho)

(Foto: Setor VIP / Cíntia Carvalho)

A Cantina e Pizzaria Speranza completa 58 anos em novembro. A matriz se localiza na Rua Treze de Maio, 1004. O salão de Moema está na Avenida Sabiá, 786. Ambos funcionam de segunda à segunda e oferecem entrega em domicílio. Além dos espaços, a pizzaria oferece o serviço exclusivamente de delivery em Santana. A Speranza possui espaço e serviços para eventos. Mais informações como telefones e horários de funcionamento, acesso o site oficial da Speranza.