Tacy de Campos impressiona como protagonista de “Cássia Eller – O Musical”

(Foto: Marcos Hermes)

Baseado em fatos reais, “Cássia Eller – O Musical” retorna à capital paulista para sua última temporada. Na estrada desde maio de 2014, a peça conquistou um feito inédito ao percorrer todos os estados brasileiros, sendo vista por mais de 150 mil espectadores. Incluindo vinhetas, trechos e números completos, cerca de 40 canções que fizeram parte do repertório da cantora são relembradas em mais de duas horas de espetáculo.

Cássia Eller nasceu no Rio de Janeiro em 1962. Filha de um sargento do exército, a cantora morou em cidades como Belo Horizonte, Santarém e Brasília. No Distrito Federal, deu início à sua carreira ao participar de um espetáculo produzido por Oswaldo Montenegro em 1981. Nove anos depois, assinou seu primeiro contrato para um disco de estúdio. “Cássia Eller” (1990) chegou às lojas com o selo da gravadora PolyGram, atual Universal Music.

Cinco álbuns de estúdio, quatro compilações e três discos ao vivo foram lançados em vida. Foram mais de três milhões de cópias vendidas, incluindo a vendagem do maior sucesso de sua carreira, “Acústico MTV” (2001). Último trabalho de Cássia, o álbum rendeu um reconhecimento nacional estrondoso, além do Disco de Diamante por ultrapassar o número de um milhão de discos vendidos. A cantora faleceu com apenas 39 anos.

Escolhida entre mais de mil candidatas, Tacy de Campos arranca aplausos do público com sua impecável interpretação de Cássia Eller. A semelhança física e, principalmente, vocal entre as artistas emociona a plateia, sobretudo durante números mais sensíveis como “Palavras ao Vento” (dueto com Ingrid Gaigher), “All Star” (com Emerson Espíndola) e “Por Enquanto”. Além disso, a curitibana tem total controle sobre seus movimentos em cena, reproduzindo assustadoramente igual alguns dos mais marcantes trejeitos da tímida Cássia.

Com direção artística de João Fonseca (dos musicais “Tim Maia – Vale Tudo” e “Cazuza – Pro Dia Nascer Feliz”) e Viniciús Arneiro (de “Os Sonhadores”), o espetáculo tem direção musical de Lan Lanh, percussionista durante os últimos três anos de vida da cantora e uma das personagens de “Cássia Eller – O Musical”. Embora bastante resumido, o texto assinado por Patrícia Andrade não se esquiva de abordar algumas das mais desconfortáveis passagens da vida particular de Cássia, como o uso de substâncias ilícitas e seus casos extra conjugais.

(Foto: Marcos Hermes)

No elenco, Evelyn Castro, Ingrid Gaigher, Thainá Gallo, Jandir Ferrari/Leandro Daniel, Emerson Espíndola e Jana Figarella se dividem em cerca de vinte personagens, incluindo personalidades bastante conhecidas do público, como o músico e amigo pessoal de Cássia Eller, Nando Reis. Apesar de não se destacar vocalmente (apenas por não ter a voz parecida com o timbre do ex-Titã), Espíndola chama atenção ao interpretar Nando. A proximidade dos artistas é encenada com cuidado e transparece de maneira natural o forte carinho que sentiam um pelo outro.

Canções que destacam o vasto gosto musical de Cássia Eller fazem parte do repertório como composições de Luis Melodia, Moraes Moreira, Carlinhos Brown, Marisa Monte e Herbert Vianna, além dos internacionais Kurt Cobain, Janis Joplin, John Lennon e Paul McCartney. O respeito aos mais diversos gêneros musicais está presente em uma das falas da mãe de Cássia ao relembrar a passagem da filha pelo samba, pelo forró e pelo axé, que afirma aceitar as diferenças, mas que encoraja a filha a trabalhar com o que mais gosta. Espetáculo para todos os gostos.

>> Kiara Sasso: “Estou em uma eterna busca por aprimoramento”

>> “Les Misérables” comemora 100 apresentações e 150 mil espectadores

(Foto: Marcos Hermes)

“Cássia Eller – O Musical” está em cartaz no Teatro Opus (Av. das Nações Unidas, 4777 – Alto de Pinheiros), em São Paulo. Recém inaugurada, a casa se localiza no 4º andar do Shop. Villa-Lobos. O espetáculo tem sessões às sextas (21h), sábados (21h) e domingos (19h30). Os ingressos custam de R$25 (meia) a R$100 (inteira) e podem ser encontrados no site oficial do Ingresso Rápido. O musical possui cerca de 135 minutos sem intervalo e não é recomendado para menores de 16 anos. Até 13 de agosto. Estrela1 Estrela1