Tudo que você sempre quis saber sobre o Chippendales, baby!

Chippendales-at-Rio-in-Las-Vegas

Foto: Denise Truscello

Conhecida como Sin City (Cidade do Pecado), Las Vegas possui uma vasta programação para o público masculino. Embora não na mesma quantidade, as mulheres tem conquistado o seu espaço e feito valer a pena os seus direitos na hora da diversão. Há pelo menos três shows de striptease dedicados a elas. O mais famoso da cidade é também um dos mais conhecidos do mundo. O Chippendales existe desde 1979, mas desde 2005 tem endereço fixo. Localizado no Rio All-Suites Hotel & Casino, o teatro que abriga o famoso grupo de artistas custou mais de 10 milhões de dólares.

O show tem tudo para transformar-se em um clichê. Os homens brincam com as fantasias mais comuns da plateia: são marinheiros, cowboys, bombeiros, policiais, pedreiros, mecânicos… A diferença está na forma com que cada tema é apresentado. Além de números de dança muito bem ensaiados (o grupo tem ensaios todos os dias com duração aproximada de quatro horas), alguns deles cantam ao vivo. E bem! Claro que o talento torna-se dispensável, afinal, é praticamente impossível ouvir a voz de qualquer um deles com os gritos das centenas de mulheres que lotam o espaço. E sejamos francos: ninguém está ali para escutar um grande cantor. Você está em Las Vegas, vá ao show da Mariah Carey!

Foto: Denise Truscello

Foto: Denise Truscello

No quesito beleza, não há do que se queixar. O grupo é escolhido a dedo. Todos tem um corpo invejável e dançam muito bem. As músicas são todas atuais, o que torna os números ainda mais empolgantes. Além das apresentações em grupo, os garotos se dividem e também tem números solos. Em um ou outro, meninas são chamadas ao palco para aproveitar um pouco mais dos meninos e deixar as amigas morrendo de inveja. Para tentar agradar o maior número possível da audiência, os rapazes rasgam suas camisas e as jogam para a plateia, descem diversas vezes do palco e dançam juntinho com as mais oferecidas e, claro, abusam da sensualidade ao tirar cada peça de roupa.

No Chippendales, não há nudez frontal. Os rapazes estão com os documentos bem protegidos para que não haja nenhum acidente. Documentos aliás, são necessários para entrar no teatro. Não se esqueça que a maioridade americana é diferente da brasileira, ou seja, menores de 21 anos não entram nem com reza brava!

Nosso número favorito? O mais atual. O Chippendales está ligado no que é moderno e tem um número inspirado em “Cinquenta Tons de Cinza”. A música que toca durante a apresentação é “Chains”, do Nick Jonas. Já dá para ter uma ideia do que esperar, não? E se prepare: o número tem participação de uma menina do público!

O indiano Somen “Steve” Banerjee, um dos fundadores do Chippendales, foi acusado pela participação no assassinato de um de seus parceiros, Nick De Noia, de um coreógrafo e de dois dançarinos que haviam trabalhado no grupo na época. Além disso, foi acusado de tramar o assassinato de seu sócio remanescente, Bruce Nahin. Após confessar-se culpado, Banerjee entrou em um acordo com a justiça em troca de uma pena de 26 anos de prisão. Todos os direitos do Chippendales passaram a ser de Nahin. Pouco tempo depois, Banerjee suicidou-se em sua cela.

Apesar da tragédia, o Chippendales tornou-se um dos mais conhecidos shows de striptease do mundo e já se apresentou em quase 30 cidades americanas, em mais de 20 cidades na América Central e na América do Sul, em mais de 60 cidades da Europa e em quase 20 cidades da Ásia e da África. Mais de duas milhões de pessoas assistem aos shows dos dançarinos por ano. O grupo divide-se para conseguir dar conta da atribulada agenda. Na apresentação que o Setor VIP cobriu com exclusividade, os rapazes responsáveis pela gritaria foram Staceyy Robinson, Jon Howes, John Rivera, Ryan Kelly, Matt Marshall, Nathan Minor, Sami Eskelin, Bryan Cheatham e Mikey Perez.

Chippendales-at-Rio-in-Las-Vegas

Foto: Denise Truscello

Vestindo as tradicionais gravatas borboleta e os clássicos punhos brancos (marca registrada do Chippendales), os rapazes foram responsáveis pela popularização do striptease masculino e ganharam diversos prêmios na categoria, incluindo Melhor Show de Las Vegas em 2014. Após o espetáculo, é possível subir ao palco e tirar uma foto com os garotos. Além do show cheio de testosterona, há uma loja com produtos da marca Chippendales, uma série de brinquedos eróticos e acessórios para incrementar o passeio, seja uma despedida de solteira ou um aniversário, ocasiões comuns na apresentação. O grupo também organiza uma série de surpresas. O modelo Tyson Beckford, por exemplo, prepara-se para mais uma temporada à frente da trupe, de 27 de agosto a 27 de setembro.

Chippendales-at-Rio-in-Las-Vegas

Foto: Denise Truscello

O Chippendales faz show todos os dias às 20h30. Quintas, sextas e sábados há apresentações adicionais às 22h30. Apesar da maioria esmagadora de mulheres, o espetáculo recebe todo o tipo de gente, independente da orientação sexual. Homens heterossexuais acompanhando suas namoradas e gays são muito comuns na plateia. O Rio All-Suites Hotel & Casino localiza-se fora da Las Vegas Blvd. Há transportes gratuitos de alguns hotéis da Strip como o Harrah’s e o Paris. Para informações sobre valores e compra de ingressos, acesse o site oficial do Chippendales.