Victor e Leo surpreendem com frieza em apresentação do show “Irmãos”

(Foto: Carla Niciolli / Setor VIP)

(Foto: Carla Niciolli / Setor VIP)

Na última sexta-feira (02), os sertanejos Victor e Leo subiram ao palco do Espaço das Américas para a única apresentação do show “Irmãos” em São Paulo. Lançado em 2015, o disco homônimo é o quinto álbum ao vivo dos artistas mineiros que, prestes a completar 25 anos de carreira, roda o Brasil apoiados na popularidade conquistada com a participação como jurados no programa “The Voice Kids” (2016), na Rede Globo. Apesar da recente divulgação em uma das maiores emissoras da América Latina, Victor e Leo foram considerados, por muitos anos, uma das mais promissoras duplas do país.

Em “Na Linha do Tempo”, música responsável por uma das mais frias aberturas de show da história da música sertaneja, Victor entra discretamente tocando guitarra, com um chapéu cobrindo grande parte de seu rosto e com a feição séria. Ambos – o chapéu e a feição – permaneceram no músico por toda a apresentação. Carregando nos incompreensíveis e insistentes agudos, Leo sobe ao palco em uma das partes mais desanimadas da inexpressiva canção. “Não Me Perdoei”, “Quando Você Some”, “Nada Normal”, “Não Precisa” (composição de Victor, sucesso na voz da cantora Paula Fernandes), “Lembranças de Amor” e “Tempo de Amor” compõem os primeiros 20 minutos de espetáculo.

(Foto: Carla Niciolli / Setor VIP)

(Foto: Carla Niciolli / Setor VIP)

“Boa noite”, cumprimenta Leo se dirigindo à platéia pela primeira vez, sem o menor entusiasmo. Os irmãos não só deixam de interagir com o público, como não se olham nos olhos em nenhum momento, deixando em dúvida se o título do show é para comemorar ou desabafar o infortúnio de fazerem parte da mesma família. Não há gritos ou aplausos vindos da plateia, que percebe o desânimo da dupla e, obviamente, não se empolga. “Que privilégio”, completa antes de um discurso decorado e não convincente de agradecimento. A faixa “Meu Eu Em Você” (gravada também por Fernandes) antecede as canções “Não Mais”, “Boa Sorte Pra Você” e “Tem Que Ser Você”, responsável pelo primeiro momento em que o público arrisca, sem sucesso, palmas sincronizadas. A música fez parte da trilha-sonora da novela global “A Favorita” (2008).

Com “Só Você”, canção de Fábio Jr., a dupla consegue que o público cante uma música do início ao fim sem desanimar. “Amor de Alma”, “Sinto Falta de Você” e o grande sucesso “Fada” são as próximas faixas do repertório recheado de canções que movimentaram as rádios nacionais nos últimos anos. A apresentação segue com “Vai Me Perdoando” e “10 Minutos Longe de Você”. Após exatos 50 minutos, Victor se dirige ao público pela primeira vez. “Boa noite. Tudo bem com vocês?”, pergunta antes de anunciar que fará um evento beneficente com renda revertida para o Hospital do Câncer de Uberlândia, no dia de seu aniversário de 40 anos. Antes de gravar um vídeo para as redes sociais, o músico ensaia o público para que as pessoas pareçam animadas.

>> Mais vídeos do show “Irmãos” no canal oficial do Setor VIP no YouTube!

Durante as modas de viola “Telefone Mudo” – canção que anima qualquer evento sertanejo – “60 Dias Apaixonado”, “Pagode em Brasília”, “Fuscão Preto” e “O Granfino e o Caipira”, parte do público começa a deixar a casa de shows. A apresentação chega à metade e a sensação é de que dura horas. A estrutura parecida com as versões mais simples que costumam viajar pela estrada e as animações do telão feitas sem grande esforço ou criatividade, contribuem para que “Irmãos” se torne um show irrelevante. Tudo parece não se encaixar e ter ficado pequeno demais em um tablado do tamanho do palco do Espaço das Américas.

“Escuridão Iluminada”, “Deus e Eu no Sertão” e “Momentos” antecedem “Vida Boa”, canção que ganhou a versão “Beautiful Life” pelas mãos do cantor norte-americano Eric Silver, que estava presente e cantou um trecho da faixa no espetáculo. “Primeiros Erros”, de Kiko Zambianchi, é um dos momentos mais desanimados do show “Irmãos”, mesmo com a gritaria desnecessária promovida pelo cantor Léo nos pontos altos da canção. “Vamos Fugir”, de Gilberto Gil, seguido por “Knockin’ On Heaven’s Door”, de Bob Dylan, provam que os artistas sertanejos não fazem ideia de como criar um repertório coeso. “Nova York”, “Conheço Pelo Cheiro”, “Amigo Apaixonado”, “Fotos”, “Tudo Com Você” e, finalmente, “Borboletas”, encerram o espetáculo.

(Foto: Carla Niciolli / Setor VIP)

(Foto: Carla Niciolli / Setor VIP)

Victor e Leo se preparam para uma curta turnê nos Estados Unidos. A dupla passará por Miami – FL (15), Charleston – SC (16), Newark – NJ (17) e Brockton – MA (18). Os artistas estarão em breve em Curitiba (07 de outubro), Rio de Janeiro (24 de novembro) e retorna à São Paulo nos dias 09 e 10 de dezembro. Informações e outras datas, consulte o site oficial de Victor e Leo.