Wanessa é ovacionada durante encerramento de turnê em São Paulo

Há seis anos, a cantora Wanessa apresentava-se na boate The Week Brazil, em São Paulo, pela primeira vez. Era o início da nova fase da artista, que dava voz a canções em inglês remixadas. O projeto rendeu o disco “DNA” (2011) e o CD e o DVD ao vivo “DNA Tour” (2013), baseado na turnê homônima que teve sua estreia no ano de lançamento do álbum de estúdio. Após o nascimento de seu segundo filho, João Francisco, Wanessa voltou aos palcos com o show modificado, intitulado “DNA Reloaded” (2014), para despedir-se da experiência. Em maio, a cantora lança seu novo trabalho – um disco autoral nos moldes de “W” (2005), onde onze das quinze faixas são assinadas por ela -, seguindo a linha musical da era “DNA”.

IMG_9694

Minutos antes de subir ao palco para despedir-se da capital paulista, Wanessa conversou com exclusividade com o Setor VIP e falou sobre a conclusão da turnê: “Estou fazendo uma contagem regressiva”, confessou. “Despedida é triste por um lado, mas é boa porque vem renovação e coisas novas. Foi uma turnê muito especial na minha vida porque me firmou no mercado pop de vez. Esse show foi muito pensado e foi como um filho para mim. Fazer as últimas apresentações e me despedir dos arranjos e das coreografias vai ser uma tristeza”, contou sem economizar nas palavras para descrever o orgulho do trabalho bem-sucedido: “Se não tivesse dado certo, não teríamos ficado dois anos com a mesma tour. A gente modifica algumas coisinhas, mas é muito difícil mudar quando vira clássico”. E como será o novo show? “Vou ter um trabalhão para montar! Vou quebrar a cabeça porque tenho que fazer melhor que esse. Como vou conseguir fazer uma abertura tão boa como “DNA”? Como vou conseguir fazer um número tão bom como a gente fez com “Stuck On Repeat”?, questiona-se modesta sobre seus momentos favoritos da apresentação.

IMG_9822

Por volta das três da manhã, Wanessa subiu ao palco vestindo um figurino no melhor estilo Beyoncé: “O encerramento da turnê mais importante da minha vida não podia ser em outro lugar!”, cumprimentou emocionada o público que lotou cada canto da espaçosa casa noturna. “Sintam-se livres, leves e soltos. Façam o que quiserem! Se quiserem tirar a roupa tirem!”, brincou levando a plateia ao delírio. Morena, a artista chamou a atenção por vários motivos. Além de estar no ápice de sua beleza física, a cantora transpirava energia e mostrou-se emocionada em diversos momentos, principalmente nos números de dança. Era impossível tirar os olhos de Wanessa. O show da cantora é, literalmente, um espetáculo.

IMG_9890

Além dos momentos favoritos da cantora, o show contou com grandes sucessos como “Falling For You”, “Get Loud!”, “Worth It”, “Stick Dough” e “Shine It On”. Durante a canção “Blow Me Away”, Wanessa perdeu um dos sapatos, atirou o outro pé longe e continuou a apresentação descalça sem se incomodar com o imprevisto. Em “Hair & Soul”, na parte mais forte da música, a batida não entrou: “O som vai me deixar na mão todas as vezes?”, brincou em referência à sua última aparição no Programa do Gugu. Antes de prosseguir, a artista aproveitou o imprevisto para desabafar em relação às críticas na internet: “Temos que ter orgulho de quem a gente é! Não tenham medo das críticas, internet é terra de ninguém! Não tenho medo de quem se esconde atrás do computador!”, finalizou. Assunto encerrado.

IMG_9940

Wanessa contou sobre a relação música x família: “Eu e meu pai discutimos música de maneira mais relax. Falamos sobre trabalho, mostramos o que estamos fazendo um para o outro, mas sem interferências. Antes de lançar um CD, meu pai mostra para mim e eu fico feliz. Trocamos de uma maneira gostosa”. A cantora é filha do sertanejo Zezé di Camargo. “Meu pai é uma das maiores referências que eu tenho de ser humano na vida, tudo que ele fala para mim é uma lição. Ele me acrescenta profissionalmente e pessoalmente. Tudo se torna uma forma de eu aprender e melhorar. Ouço muito meu pai, muito mesmo. Musicalmente ele gosta do que faço, mesmo que não seja do mundo dele. Quando fui fazer “Fly” ele não entendia, mas achou legal. Temos um respeito muito grande um pelo outro”.

IMG_9731