Com presença de David Gilmour, Polly Samson lança “Um Ato de Bondade”

Setor-VIP-Polly-Samson-esposa-de-David-Gilmour-lanca-Um-Ato-de-Bondade-em-Sao-Paulo

(Foto: Cíntia Carvalho / Setor VIP)

A Editora Record reuniu 150 convidados e formadores de opinião para o lançamento do livro “Um Ato de Bondade”, no Instituto Tomie Ohtake, em São Paulo. Em consequência da passagem do marido David Gilmour no Brasil, a inglesa Polly Samson marcou presença e conversou com o público, distribuindo simpatia e muitos autógrafos. Além de artigos publicados nos jornais The Guardian, The Observer e Daily Telegraph, Samson é autora de livros como “Lying in Bed” (2000), “Out of the Picture” (2001) e “Perfect Lives” (2010), sem esquecer, é claro, “The Kindness”, título original de “Um Ato de Bondade”.

Na história, os personagens Julia e Julian se conhecem enquanto ela mantém outro relacionamento e, com o passar do tempo, percebe o amor que sente pelo amigo. “Eles acabaram querendo estar juntos, pois tem química, se completam, pertencem um ao outro”, entrega sobre o casal principal. “Comecei escrevendo contos sobre a vida dos personagens, depois costurei com a história”, diz sobre a diferença em criar contos e romances, e a facilidade que tem com o primeiro gênero. “Mas ambos são bem parecidos, gosto de ter a história subentendida, para que o leitor descubra sozinho o que realmente está acontecendo”, completa. “Achei a estrutura desse livro escrita em um pedaço de papel no meio de recordações de quando eu era jovem. É baseada em algo que aconteceu na minha família”, confessa afirmando que não sabia como terminaria a história quando a começou.

“A seda branca de sua blusa brilhava quando ela entrou. Deus, ela era linda. Vênus saindo de sua concha. Sexy. Todas as cabeças se viraram para vê-la. Ela estava vestida exatamente como ele havia pedido e, apesar de seus protestos anteriores, portava-se perfeitamente bem usando saia justa e saltos altos. Ela parou novamente ao entrar no bar, reunindo coragem por um momento antes de se aproximar. Ele prendeu a respiração.”

Setor-VIP-Polly-Samson-esposa-de-David-Gilmour-lanca-Um-Ato-de-Bondade-em-Sao-Paulo

(Foto: Cíntia Carvalho / Setor VIP)

“No avião, ela conseguiu se obrigar a pensar no pai, forçando-se a vasculhar os escombros em busca de um ou outro tesouro, e quase conseguiu: uma lembrança distante do pai empurrando-a em um balanço, o mais próximo que ela chegou de chorar. No final, ela ficou mais triste pela relação que nunca teve com ele do que por aquelas poucas recordações.”

Após a leitura de trechos do livro, Samson concedeu uma entrevista ao jornalista Damian Barr e conversou com o público. O evento faz parte do salão literário conduzido pelo escocês, que chega na América do Sul pela primeira vez. Criado há 7 anos, o profissional roda o mundo apresentando escritores e novas obras para as mais diversas plateias. Em São Paulo, foi a vez de Polly. “Visitei muitos hospitais infantis. Foi naturalmente muito chato, mas tive muita sorte em minha pesquisa pois conhecia alguns médicos”. Em determinado momento da história, uma das personagens secundárias passa por um tratamento. “Apesar da tristeza, conheci muitas histórias milagrosas”, conta afirmando que a plataforma de vídeos YouTube foi essencial para certos detalhes. “Há uma passagem em que Julian observa seu esperma em um microscópio e em minha pesquisa descobri que muitos jovens americanos filmam o próprio esperma e mostram em vídeos no YouTube”, diverte-se.

>> Mais vídeos do evento de “Um Ato de Bondade” no canal do Setor VIP no YouTube!

Durante o processo de criação do livro, a autora perdeu o pai e um de seus filhos foi preso em uma manifestação na Inglaterra. “Foi fácil acessar as sensações de tristeza. Charlie se comportou de maneira infantil em um protesto a favor da educação, mas admiro a postura do meu filho, senti orgulho”. Durante o ano em que o filho esteve na prisão, a autora não conseguiu continuar com a história. “Usei o tempo para a pesquisa”, confessa.

“Katie se senta com os joelhos para cima na cadeira junto ao Rayburn, e ele joga o cobertor de Zeph sobre ela. Julian acha que um conhaque os aquecerá; não passa pela cabeça dele se Katie estará sóbria para dirigir até sua casa. Julian lhe entrega o copo, e ela ergue os olhos para ele (…) Seu vestido havia se retorcido e, quando Katie o ajusta, ele vê com uma pontada de pena que o sutiã é verde para combinar com o restante da roupa. Ela ergue uma sobrancelha.”

Setor-VIP-Polly-Samson-esposa-de-David-Gilmour-lanca-Um-Ato-de-Bondade-em-Sao-Paulo

(Foto: Cíntia Carvalho / Setor VIP)

Jornalista e escritora, Samson contribuiu como letrista para o ex-músico do Pink Floyd em discos da banda como “The Division Bell” (1994) e “The Endless River” (2014), e em álbuns solo de Gilmour como “On an Island” (2006) e “Rattler That Lock” (2015). No mais recente, participou também nos vocais e como pianista. “É diferente escrever letras de música e ficção”, afirma. “Primeiro porque preciso pensar como um homem e depois porque quem falará aquelas palavras é real. Há um método de criação, mas não ando como um homem na rua para saber como é ser um, principalmente se uma mulher estiver vindo em minha direção”, brinca. “A música normalmente nasce antes e é preciso encaixar um pensamento que existe de maneira abstrata de forma verdadeira”. David Gilmour se juntou à esposa durante a conversa e recebeu os convidados ao lado de Polly para autografar as cópias de “Um Ato de Bondade”.

Reconhecida por seu trabalho na maior parte da Europa, Samson foi indicada ao prêmio de melhor romance de estreia do Author’s Club da Inglaterra por “Out of the Picture” e ao prêmio Edge Hill por “Perfect Lives”. Com o último, conquistou o título de Ficção do Ano, em 2010, pelo Sunday Times. “The Kindness” rendeu críticas positivas em veículos como Independent, Daily Telegraph, The Guardian e Sunday Express.

“Um Ato de Bondade” é o primeiro livro de Polly Samson a ser lançado no Brasil.

Setor-VIP-Polly-Samson-esposa-de-David-Gilmour-lanca-Um-Ato-de-Bondade-em-Sao-Paulo