Pabllo Vittar e Karol Conka celebram diversidade com artistas LGBTQI+

(Foto: Filipe Vicente / Setor VIP)

Na última quinta-feira (24), Pabllo Vittar e Karol Conka se apresentaram na Audio, casa de shows localizada na Zona Oeste de São Paulo. Conhecidas principalmente pelo trabalho social que exercem através da música, as artistas comandaram um show de diversidade ao receberem convidados como as drag queens Urias e Alma Negrot, a cantora transexual Danna Lisboa e o queridinho do público LGBTQI+ Mateus Carrilho.

Usando um figurino rendado completamente branco, Karol Conka iniciou o show com “Kaça”. No repertório, canções como “É o Poder”, “100% Feminista” e “Bem Sucedida” auto-explicam o posicionamento político-social da artista, um dos inúmeros motivos que a caracterizam como uma importante figura pública do Brasil na atualidade. Após “Lalá”, um de seus inúmeros sucessos, a cantora sobe ao palco com um figurino inspirado em “Vogue do Gueto”, sua mais recente música de trabalho. Faixas como “Lista VIP”, “Bate a Poeira” e “Gandaia” preparam o público para “Tombei”, seu maior sucesso e última canção do espetáculo.

(Foto: Filipe Vicente / Setor VIP)

Ao som de “Buzina”, Pabllo Vittar sobe ao palco para mais uma apresentação de sua turnê “Não Para Não”, baseada no segundo álbum da draq queen, lançado em 2018. A divertida “Problema Seu” antecede canções como “Nêga”, “No Chão” e “Miragem”. Após “Open Bar”, a artista interpreta um medley com trechos de diversas músicas, incluindo “Joga Bunda”, gravada com Aretuza Lovi e Gloria Groove, e o mega sucesso “Sua Cara”, parceria com Anitta e Major Lazer.

Depois de “Disk Me”, a artista interpreta “Indestrutível”, única canção não-dançante do espetáculo. Durante “Não Vou Deitar”, Pabllo Vittar arranca a peruca e termina o show com seus cabelos naturais. “Trago Seu Amor de Volta”, parceria com Dilsinho, e “Vai Embora”, gravada com Ludmilla, antecedem a popular “K.O.”. Trechos da canção “Baby Boy”, de Beyoncé, são colocados no meio de “Então Vai”, canção produzida em parceria com Diplo. “Ouro” conta com a participação da drag queen Urias e “Corpo Sensual” com a presença de Mateus Carrilho. Considerada um dos grandes sucessos da artista, a canção antecede a atual música de trabalho de Pabllo Vittar, “Seu Crime”, responsável pelo encerramento apoteótico da apresentação.

>> Pabllo Vittar: “Convivo muito bem com críticas, desde que feitas de forma respeitosa”

>> Assista vídeos exclusivos de Pabllo Vittar no canal oficial do Setor VIP no YouTube!

(Foto: Filipe Vicente / Setor VIP)

Baseada no crescimento do consumo de música digital, a Sony Music desenvolveu a marca Filtr, conceito que divulga artistas em listas temáticas nas principais plataformas digitais. Com mais de 16 milhões de seguidores, a empresa resolveu ampliar o alcance do conceito em 2016. A Filtr Live é uma marca independente da Sony, que promove shows de cantores de diferentes segmentos. Alceu Valença, Elba Ramalho, Geraldo Azevedo, Ludmilla, Maria Gadú, Dani Black, Silva, Thaeme e Thiago e o colombiano Maluma são alguns dos artistas que se apresentaram em cidades como Brasília, Rio de Janeiro, Salvador e São Paulo.