Palau de la Música representa modernismo catalão em Barcelona

(Foto: Reprodução Internet)

As estreitas ruas do bairro de Sant Pere, Santa Caterina i la Ribera escondem uma das mais exuberantes construções modernistas de Barcelona: o Palau de la Música. Construída entre os anos de 1905 e 1908, a sala de espetáculos foi projetada pelo arquiteto Lluís Domènech i Montaner, um dos maiores representantes do modernismo catalão. Por volta de 1920, um grupo de arquitetos pediu que o palácio fosse demolido, mas não tiveram sucesso. Barcelona se desenvolveu nos arredores da construção e o Palau de la Música conseguiu conservar durante as seguintes décadas as enormes colunas, incontáveis esculturas, impressionantes mosaicos e espetaculares vitrais. Em 1997, o Palau de la Música foi declarado Patrimônio Mundial da Humanidade pela UNESCO. Hoje recebe a visita de mais de 300 mil pessoas por ano.

(Foto: Reprodução Internet)

Principal atração do palácio, a sala de concertos possui um enorme mosaico de vidro no teto, com cerca de uma tonelada. Criada por Antoni Rigalt i Blanch, a claraboia representa o sol e recebe luz natural durante grande parte do dia, iluminando a casa de espetáculos com capacidade para 2.049 pessoas. No semicírculo ao fundo do palco, esculturas de musas modernistas representam a música popular catalã. Elaboradas por Eusebi Arnau, Mario Maragliano e Lluís Bru, as estátuas carregam diferentes instrumentos musicais. Adquirido em 1908, o famoso órgão passou por inúmeras restaurações, a última em 2003. Acredita-se que o primeiro concerto com um órgão realizado em Barcelona, fora de uma igreja, tenha sido com o instrumento.

Inúmeros artistas se apresentaram no Palau de la Música, como Charles Aznavour, Ella Fitzgerald, José Carreras, Montserrat Caballé, Norah Jones e os brasileiros Caetano Veloso e Gilberto Gil. Importantes compositores e músicos apresentaram suas obras no palácio, como Arnold Schönberg, Igor Stravinsky e Richard Strauss. Desde o primeiro ano de funcionamento, o Palau de la Música recebe concertos e apresentações de inúmeros estilos musicais, além de diversos eventos, incluindo apresentações teatrais e grupos de dança.

(Foto: Reprodução Internet)

O Palau de la Música está localizado na Palau de la Música, 4-6, próximo à inúmeros pontos turísticos e ao bairro Gótico. A estação de metrô mais próxima à casa de espetáculos se chama Urquinaona e pertence as linhas 1 (vermelha) e 4 (amarela). O palácio funciona todos os dias das 10h às 15h30. Em julho fecha às 18h. Em agosto abre às 09h e fecha às 18h. Consulte os horários especiais. Os ingressos custam 20€. Há um desconto de 04€ se adquirido com mais de 21 dias de antecedência. Crianças menores de 10 anos não pagam. Maiores de 65 anos pagam 16€, mas apenas na bilheteria. Há descontos para participantes de alguns passeios turísticos, mas a compra deve ser feita com comprovação direto na bilheteria.

Não há acesso sem acompanhamento. As visitas guiadas acontecem a cada meia hora e podem ser feitas em inglês, espanhol, catalão, italiano e francês. Consulte a disponibilidade e os horários. O passeio dura cerca de 55 minutos. Não é possível a entrada após o início da visita, portanto programe-se para estar no palácio alguns minutos antes do horário de seu ingresso. Para consultar datas e horários dos passeios, se informar sobre a programação de espetáculos ou comprar entradas, acesse o site oficial do Palau de la Música.